Filé à Wellington Com Alho Negro Bombay

Para 2 porções:

2 filés com cerca de 3 cm de altura

Sal e pimenta do reino

1 cebola pequena

200 gramas de cogumelos portobelo ou champignon

3 a 4 dentes de alho negro

Massa folhada laminada

Tempere os filés com sal e pimenta e leve ao fogo em uma frigideira bem aquecida, untada com óleo até dourar bem de um lado. Vire e doure de outro. Teste com o dedo para conferir o ponto. No Japão dizem que se está mole como o lóbulo da orelha, está mal-passado. Como o da bochecha, está ao ponto e se estiver firme como a ponta do seu nariz, está bem-passado.

Retire do fogo e deixe descansar em uma travessa até esfriar.

Enquanto isso, refogue a cebola em um pouco de manteiga até murchar. Adicione os cogumelos picados e refogue. Os cogumelos tendem a absorver líquido e gordura, mas depois “choram” um caldo. Refogue até quase todo o caldo evaporar. Há quem adicione um pouco de brandy, vinho branco ou conhaque. Fica a seu critério. Tempere com sal e pimenta e passe por um processador de alimentos, até formar uma pasta. Adicione os dentes de alho negro picadinhos e misture.

Enxugue bem os filés com um papel toalha. Pegue 2 pedaços de filme plástico e coloque um pouco da pasta de cogumelos em cada um. Coloque os filés em cima desses montinhos e cubra-os com mais pasta de cogumelos. Embrulhe com o filme plástico e congele. Deixe no congelador até meia hora ou um pouco mais antes de servir.

Abra a massa folhada e embrulhe cada filé, ainda congelado, com ela. Feche bem as bordas, pincelando com clara de ovo para selar as emendas.

Pincele com gema e, com uma faca afiada, risque a superfície para que a massa possa estufar. Leve ao forno bem quente até dourar e sirva imediatamente.

Leave a Reply