Saba Nitsuke (Cavala Cozida)

Saba

Saba é comercializado no Brasil como cavala ou carapau. Por via das dúvidas, coloquei a foto do peixe, que pode mudar de nome de região para região. Na verdade, é uma receita muito simples e popular, e me pergunto porque não publiquei antes.

1/2 kg de cavala

3/4 xícara de chá de sake

1/2 xícara de mirim

1/3 xícara de shoyu

2 colheres de sopa de gengibre em tiras ou fatiado

Limpe o peixe, elimine a cabeça e a cauda e corte em filés. Se as cavalas forem grandes e gordas, corte cada filé ao meio.

Aqueça o sake em uma panela, até abrir fervura. Acomode os filés de peixe, com a pele para cima. Espere tornar a ferver antes de adicionar o mirim. Novamente espere tornar a ferver antes de adicionar o shoyu (dizem que assim, o aroma do peixe é minimizado). Adicione o gengibre. Cubra com uma folha de papel impermeável (para que o peixe não resseque na parte de cima e forme uma estufa; normalmente usa-se um otoshi-buta. Na falta, já vi quem colocasse uma tampa de panela que fosse menor ou um prato invertido) Continue cozinhando por cerca de dez minutos. Sirva cada porção com um pouco de caldo e gengibre. Acompanha arroz branco.

Observação: Se julgar necessário, adicione mais sal ou açúcar. Como as marcas de shoyu variam muito no sabor e quantidade de sal, é provável que seja necessário uma correção. Ao invés de cavala, outros peixes podem ser feitos da mesma maneira. A sardinha é popular na comunidade japonesa no Brasil.

Share This Post

Um comentário em “Saba Nitsuke (Cavala Cozida)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *