Veneziana

Já comentei sobre esse pão doce que comia no Japão. Ontem, conversando com LP sobre pães, panetones, técnicas, ingredientes, ciência e outras tantas coisas mais, surgiu um esboço dessa receita. Hoje, a mãe pediu um pão doce, bem macio. Usei o fermento natural que mantenho vivo na geladeira, alimentando-o com farinha e água.

500 gramas de fermento natural

500 gramas de farinha de trigo

100 gramas de açúcar

150 gramas de manteiga

6 ovos médios

1 colher de chá de sal

Laranja cristalizada à gosto

Misture o fermento com a farinha e água suficiente para formar uma bola. Deixe a massa relaxar por uns 5 minutos. Adicione o açúcar e o sal e sove (ou use a máquina de fazer pão). Quando a massa estiver lisa, adicione manteiga, amasse até que ela seja absorvida. Junte os ovos, um a um. A massa ficou bem líquida, formando fios.

Despeje em formas untadas com manteiga. Deixe crescer até dobrar de volume (levou cerca de 5 horas).

Polvilhe com açúcar cristal e leve ao forno quente. Depois de 10 minutos, abaixe para forno médio, até assar.

O pão ficou macio, sem ficar esfarelando. Rasgava-se, parecendo um pouco com o brioche. Não ficou muito doce, o que faz dele um pão ótimo para o café da manhã.

Share This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *