14 Comments

  1. Ainda que importados, os nabos vão aparecer daquí a alguns meses, e claro, já estou esfregando as mãos,rs.

    PS: A bardana ‘in natura’ realmente não é comercializada aquí, senão já processada, em forma de óleo e cápsulas para fins medicinais. Descobrí muitos fóruns italianos de cozinha japonesa que lamentam a sua ausência no mercado como eu 🙁
    Tô quase pensando em largar a minha profissão e virar agricultora, que vou ser mais feliz,rs.

  2. Ceiça

    Marisa, quando vi que a matéria principal do Paladar era alho negro, fui correndo procurar seu nome. Parabéns e sucesso!
    P.S. como é feito o cultivo da bardana em espaço pequeno?

  3. fatima

    Marisa estava procurando sobre as propriedades do nabo e achei seu site. Gostei muito das matérias pois a alimentação saudável me interessa muito.
    Abraço da Fatima daqui de Laguna/SC

  4. Marisa Ono

    Eu não tentei, mas a dica foi passada em uma loja de sementes: encher de terra um saco grande ou um tambor e plantar a bardana lá. Na colheita, bastaria cortar o saco e, no caso do tambor seria um pouco mais trabalhoso: tombar e soltar a terra.

  5. Diulza

    Boa noite Marisa, ganhei 4 nabos,e deixei eles fora na ãrea de serviço ja ta com cheiro, vou faze-lo acho que Oka fazia colocando dentr do misso, que feito em casa, infelismente não me lembro como era, aprendi tudo que sei com ela mais muita cisa vai se perdendo,me lembro quando morria alguem nos cozinhavos, bardana, cenoura, nabo,tinha mais coisa que não consigo lembrabeicon,estou tentando procurar um livro dela onde anotavamos as coisa pois poderia te passar, era tudo muito simples, mais muito saboroso,vc me disse que comemora mias o ano Novo quando ela esta viva tb comemorava, agora não mais bjs.

  6. Marisa Ono

    Diulza, a conserva no miso é mais simples. Corte os nabos ao meio, pelo comprimento, salgue e, se puder, coloque em um balde ou bacia e coloque um peso em cima. Pode ser uma pedra bem lavada ou um outro balde com água. Deixe prensando até parar de soltar água. Escorra e coloque em um pote, besuntando cada pedaço de nabo com miso. Deixe curtir uns dias antes de comer.

  7. Diulza

    Marisa deu certo o nabo no misso, agora queria fazer como vc descreveu estou em dúvida quanto ao tempo,e como vou saber se ele esta bom para colocar o saque, tem que estar totalmente murcho. ele pode pegar sol, e o cereno da noite, esta e minha duvida, pois aqui ta muita chuvisco estes dias. bjs, bom domingo.

  8. Marisa Ono

    É, Diulza, o tempo não está muito bom nesses últimos dias nesta região. O nabo tem que ser seco, se inteiro, até ficar meio enrugado. Se fatiado, ele vai ficar flexível, vai dar para quase dobra-lo sem quebrar.

  9. Paulo Emmer Lacerda

    Olá. Certos alimentos de outros países são praticamente impossíveis de se obter devido a fatores climáticos, disponibilidade de ingredientes, etc. Aqui em casa eu faço uma conserva de nabo seguindo os mesmos passos da conserva de gengibre (shoga gari) e tem dado certo.

  10. Marisa Ono

    É, Paulo, a não ser que se gaste com refrigeração, como no caso de uns que trabalham com carnes curadas e embutidos. Em casa, já fica meio complicado. Nabo no vinagre é bom, antigamente a gente fazia muito, paramos um pouco, família diminuiu e estamos estocando menos, sabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *