12 Comments

  1. Diulza

    Oi Marisa, boa tarde, adorei a receita to louca para conseguir o alho negro, sei mais disseram que é muito caro, uma loja coreano no bom retiro li que custa cr$150,00, fora de cogitação, vou usar as azeitonas mesmo,rsrsraqui to sempre precisando de fazer lanchino nos finas de semana, valeu bjs.

  2. Diulza

    oi Marisa, bom dia, o mundo esta acabando em àgua aqui em Santo Andre, creio eu que ai tb, eu li a Matéria do alho Negro no seu blog so nõ sabia como adquiri-lo, vc poderia me dizer, gostaria de fazer com bacalhau no fim de ano, com o alho negro, eu tenho a certeza que o seu é muito melhor dos que coisas enlatadas vindas so Deus sabe como, ja agradeçendo espero poder adquirir o alho negro, me diga como. bjs, espero que está chuva de um tempo.

  3. Marisa Ono

    Por aqui a chuva fez menos estragos, mas havia a preocupação da represa não aguentar e boatos de açudes que romperam. Nem falo que a horta anda sofrendo com tanta água, as plantas ficam mais sujeitas a fungos e suponho que muitos produtores estejam passando por isso. Chamam Ibiuna de terrra da salada, de tanta gente que produz hortaliças e creio que muitos produtores estejam passando maus bocados.
    Quanto ao alho, entro em contato com você por e-mail… 😉

  4. Diulza

    Bom Dia Marisa, muito obrigado,vou aguardar, hoje deu um tempo a chuva por aqui vamos ver se ele melhora, mais se me lembro bem Dezembro sempre foi mesm de chuva, espero que as folhas não aumentem, bjs.

  5. Eu lembro dessas pizzas de cebola, sardinha… eu adorava. E não sabia que eram originárias de algo com nome tão pomposo.
    Que fome deu ver essa foto e ler a receita.
    Marisa, desculpe perguntar, mas você sabe se tem à venda aqui melhorador de farinha? Detalhe que eu nem sabia que isso existia, procurei no google para entender….rs.
    Obrigado

  6. Marisa Ono

    Eu nunca vi melhorador no Japão, Alexandre, embora as padarias usem vitamina C (que é o ácido ascórbico, que por sua vez, é o principal ingrediente do melhorador). Mas aí é só procurar por uma farinha para pães, que chamamos de “farinha forte”, com um teor maior de proteína.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *