Fispal

Esta é a primeira vez que visito a Fispal, que está sendo realizada no Center Norte, até o dia 10.  Recebi o convite da FMB Alimentos.  Não é uma feira voltada ao consumidor final. São produtos alimentícios na linha Food Service, ou seja, para indústrias, restaurantes, padarias, confeitarias, lanchonetes, sorveterias.

A FMB é distribuir exclusivo da MEC 3, fabricante de bases, pastas e pastas para marmorização (variegatos) feito com produtos naturais e voltado para a produção de sorvetes premium.

Bem, a maioria de nós não vai comprar uma lata de pasta com 2,5 kg, mas muitos, sem saber, já provaram um sorvete de pera ou pistache feito com pastas desse fabricante. Eu testei uma pasta de morangos não em sorvete, mas em mousse e em um bolo (que não fotografei, mas foi devidamente devorado).

Outra coisa que me impressionou foi o fato de que a MEC 3 enviou um mestre sorveteiro, para preparar os “gelati”. E ele deu conta de encher o balcão em umas 2 horas…

Outro produto que apresentaram foram os xaropes Torani. Alguns são melhores em bebidas quentes, como café ou chocolate. Outros, para drinques e sodas. Mas também podem ser usados em sobremesas.

Eles também produzem o Chocon’up, chocolate cremoso quente. Eu vi os sachês para fazer em casa na Central do Sabor, na Paula Souza. Também comercializam o equipamento para manter aquecido e servir.

Também produzem o mix para a bebida à base de yogurt Yogomais, que pode ser feita em uma granizadora, além de um preparado para frozen yogurt, frozen capuccino, ice chocolate, ice tea e chai latte.

E, por fim, a linha de mixers da Vita Mix. O modelo mais potente tem 3 cavalos de força. Obviamente tritura gelo, grãos secos, o cartão de crédito, o celular…

Por fim, não, este não é um post pago. Mas como fui convidada por eles e porque foram gentis em terem dado amostras de produtos para testar (e que gostei), acho natural escrever sobre a presença deles na Fispal.

Amanhã conto mais sobre o que vi na feira.

Share This Post

5 comentários em “Fispal”

  1. Lulux, quando disseram que um dos modelos tinha um motor de 3 cavalos de força (6 vezes mais que meu moedor, que tritura tanto carne quanto grãos), confesso que fiquei surpresa. Mas para aguentar açaí, mandioca cozida (para o bobó) e os smothies, precisa realmente de muita força.

    Anderson, creio que a Lu Farah não está no Brasil…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *