Choux-prise

Chouxprise

Eu gostou de bombas (choux). Também gosto de mil-folhas. E, pelo visto, não sou a única. Vi em um dos meus livros uma receita alemã que usava placas de choux intercaladas com creme. Troquei o creme amanteigado por creme de baunilha e o damasco por morangos, porque eles estão bons e acessíveis. Ri comigo mesma chamando esse doce de “bomba de preguiçosa”. É diferente e bom para matar aquela gula de doce não muito doce.

Massa:

100 ml de água

45 gramas de manteiga

60 gramas de farinha de trigo

Sal

2 ovos grandes

Recheio:

500 ml de leite

4 gemas

150 gramas de açúcar

25 gramas de farinha de trigo

25 gramas de amido de milho

Baunilha à gosto

Para a massa, leve a água, a manteiga e o sal ao fogo até ferver. Adicione a farinha de uma vez e misture. Abaixe o fogo e continue mexendo até formar uma fina crosta no fundo da panela.

Transfira para uma tigela. Bata com um batedor. Adicione os ovos batidos aos poucos, batendo sempre. A massa deverá enrolar nas pás. Se parecer muito dura, adicione uma colher de sopa de cada vez.

Espalhe sobre uma assadeira, formando um retângulo. Como vai ser cortada em 4 porções, depois de assada, calcule mais ou menos o comprimento. Tente espalhar de maneira fina e uniforme, com cerca de 1 cm de espessura ou menos.

Leve para assar em forno bem quente, até crescer. Quando começar a dourar, abaixe a temperatura e deixe secar.

Depois de fria, corte com uma faca afiada em 4 partes. Não se preocupe se trincarem. Tente ter ao menor uma folha inteira.

Para o creme, bata as gemas com o açúcar até formar um creme claro e espesso. Adicione a farinha e o amido e bata mais um pouco.

Leve o leite ao fogo até ferver. Adicione ao creme de gemas, batendo para misturar bem. Leve ao fogo brando, mexendo sempre, até engrossar. Cozinhe por 1 ou 2 minutos. Retire do fogo e aromatize com baunilha. Deixe esfriar.

Monte camadas de massa assada, creme e fatias de morango. No começo, vai parecer que não vai assentar, as placas são rígidas. Termine com uma placa de massa. Cubra com um filme plástico e leve para gelar. Depois de algumas horas, a massa absorve a umidade e amolece um pouco.

Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva em fatias.

Eu fiz uma receita dupla, que renderam muitas porções. O creme está com essa cor linda porque usei gemas de ovos caipiras.

Share This Post
Esta entrada foi publicada em Doces, receita com as tags . ligação permanente.

7 Responses to Choux-prise

  1. Lidia diz:

    Essa torta parece deliciosa!!
    Vi o link da receita no blog da Neide.
    Anotei a receita. 🙂

  2. Marisa Ono diz:

    Obrigada, Lidia. Eu fiz uma brincadeira com as receitas e acabou rendendo uma torta apetitosa e gostosa. As variações que podem render são muitas: creme de chocolate, café, limão, cobertura de chocolate derretido, outras frutas dentro, com chantilly…

  3. Paula diz:

    Que idéia ótima! Eu tb adoro massa de bomba, a torta ficou super original.
    bj

  4. Moira diz:

    Cheguei até aqui através do blog da Neide em busca da receita dessa Bomba deliciosa que vou levar comigo, mas olha que o nome Choux-prise também lhe assenta que nem uma luva. E tem razão dá para um monte de variações. Quando eu fizer logo passo por aqui para contar.

  5. Verena diz:

    Marisa, adorei a receita! Pareceu-me fácil e não muito doce.
    A Neide fez tanta propaganda que tive que vir até aqui conferir! Deu água na boca! Já anotei!
    Um beijo!

  6. cristina oni diz:

    Sou de são paulo e gostaria de conhecer esse seu sitio
    Seria necessario marcar dia e horario
    Qual o endereço.

    Obrigada

  7. Marisa Ono diz:

    Cristina, eu moro em uma chácara, não é sítio. É uma residência, não é um hotel ou um estabelecimento comercial ou espaço público. E creio que você também não costuma abrir a porta da sua casa, dar seu endereço para pessoas desconhecidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *