Cogumelos Rosados

Essas belezinhas apareceram de repente no tronco de um coqueiro caído, depois desses dias de chuva.

A cor, rosa-salmão, é linda.

Olhando de perto, ela apresenta uns veios mais claros

Parece ser o Pleurotus salmoneo-stramineus, que é comestível. Mas como ter certeza? Provei um pedaço mínimo, achei ligeiramente salgado. Não fiquei doidona e, passadas 8 horas, ainda não morri. O cheiro é bom. Enfim, eu gostaria de saber, eu gostaria de cozinhar…

Share This Post

23 Comments

  1. Clarissa

    Menina, esse cogumelo é de comer¹? Ele dá de monte no quintal aqui de casa, especialmente no inverno – ou melhor, acho que só no inverno, nunca observei atentamente. Se vc descobrir algo, conta pra nós.

    Abraço!!

    ¹ Todos os cogumelos são comestíveis. Alguns, apenas uma vez 😛

  2. Marisa Ono

    É, Clarissa, que parecem com um cogumelo comestível, parecem. Mas na falta de um especialista para analisar, só resta a dúvida. Ainda não morri nem senti algum desconforto, muito menos aprensentei alguns transtorno mental (além dos já conhecidos, a-ha-ha). No entanto, o meu grande receio é que o hospital mais próximo fica a 16 km, quase nunca tem médicos e quanto mais um especialista em intoxicação…

  3. OI Marisa, adoro cogumelo mais tenho medo, sera que la na secretaria de agricultura se mandar eles não estudo se pode comer.ou vê com a Neide ela sempre aparece com umas coisas que nunca pensei em comer, ela faz.talvez ela saiba, bjs. até depois conte .

  4. Marisa Ono

    Diulza, no Brasil há pouca coisa sobre cogumelos, pelo menos, pelo que sei. Talvez em uma universidade eu encontre respostas. Só para garantir, é melhor não comer.

  5. augusto

    O meu sogro uma vez me disse que não existe nenhum cogumelo venenoso que cresce em árvores. Eles podem ser amargos, lenhosos, enfim, intragáveis, mas não são venenosos.

    abs

  6. Vanessa

    Marisa,
    Não me recordo o nome, mas sempre compro esse cogumelo no sacolão perto de casa e adoro!
    Faço sempre com uma massa, as vezes acrescento shitake e shimeji, ou faço bruscretas com ela fica deliciosa.
    Bjs

  7. Marisa Ono

    Ontem mesmo vi uma reportagem sobre 9 pessoas que foram hospitalizadas por comerem cogumelos venenosos. Colheram nos bosques japoneses. Pelo sim, pelo não, para quê se arriscar, não?

  8. paulo de tarso

    olá marisa

    cheguei ao seu blog pesquisando sobre shoyu. há tempos atrás, um velho amigo, marcos cury, o criador da companhia das ervas me deu um shoyu super grosso, caramelado mesmo, vc saberia como chama?ou conhece este tipo de shoyu? grato att paulo de tarso

  9. Marisa Ono

    Conheço um molho de soja chinês, muito espesso e escuro. Até gosto dele em alguns pratos (refogados, para temperar o recheio de gyozas, etc). Talvez seja esse…

  10. Olá, Marisa!
    Estudei Biologia na faculdade. Tive um professor que “descobriu” o pleurotus salmão. Se não me engano (não me lembro bem da história), o professor o encontrou em um bosque na USP, levou para analisar no laboratório e acabou descobrindo que era um cogumelo parente do pleurotus comum, só que com uma cor linda! Infelizmente esse professor faleceu há alguns anos num acidente de carro… Se não, eu falaria para você levar para ele analisar… =)
    De qualquer maneira, acho que se você levar lá no Instituto de Biociência da USP, alguém com certeza poderá analisar para você… (e contar a história desse cogumelo direito… rs)
    Abraços!
    Yumi

  11. Marisa Ono

    Obrigada, Yumi. De fato, ele me lembrou o cogumelo caetetuba que comprava (isso foi na década de 80, são 30 anos…) nas feiras de Londrina. Aliás, uma coisa que gostaria de fazer é cultivar cogumelos. Quem sabe, um dia…

  12. Amélia Okamota

    Oi, Marisa, tudo bem por aí?? Também me lembrou o caetetuba com comprava qdo meu primogenito era bebê, hoje ele está com 28 primaveras. Tive uma colega japonesa de Biritiba Mirim que dizia que os venenosos eram os que quebram no caule, os que rasgam são comestíveis, tanto que colhíamos em Campos do Jordão, após dias de chuva, de debaixo dos pinheiros. Eram um pouco menores que o Caetetuba mas a mesma consistencia, e sabor de madeira por brotarem próximos dos pinheiros, comíamos muito.(E ainda estou aqui prá contar essa história!!) Hoje ela voltou pro Japão e não pretende mais voltar. Caso queira pode me enviar que levo no Instituto Agronomico aqui de Campinas. Beijos!!!

  13. Marisa Ono

    Pois é, Amélia, mudei de lugar, os cogumelos ficaram por lá. Outro dia topei com um cogumelo bem estranho e pela cara esquisita, eu diria que é venenoso. Murchou à tarde, de qualquer forma…

  14. Amélia

    Olha que coincidencia, hoje fui prá Sampa (moro em Campinas) e passei pela Liberdade, por obrigação e prazer e encontrei numa daquelas lojinhas de verduras uma bandejinha dos cogumelos salmão, mas veio denominado simplesmente cogumelo shimeji. Acho que nem o produtor sabe o nome!!!Vou fazer amanhã, com legumes. Vi a foto do esquisitinho, acho tbém que é venenoso, ainda bem que não viveu muito!!!RSRSRSRS

  15. Marisa, boa noite. Estava pesquisando a respeito do tal cogumelo rosa e acabei encontrando o seu blog. Fiz um pesquisa muito superficial pela internet e encontrei algumas informações a respeito do nosso amigo rosado no seguinte site:

    http://shroom.com.br/pt/index.php?option=com_content&view=article&id=21&Itemid=47

    “Faz parte da família pleurotaceae, a mesma do Shiimeji. Tem a coloração bastante rosada, o que os faz ser muitíssimo apreciado na culinária e por Grandes Chefes, por seu leve sabor que lembra uma carne de frango bem macia, e sua linda coloração, alegrando qualquer produção culinária.

    Além de muito saboroso, é perfumado e ligeiramente adocicado. Quanto mais jovem o cogumelo for quando colhido, mais escura é sua tonalidade, com o tempo ele vai perdendo a pigmentação, o mesmo ocorre quando ele é cozido, assado ou simplesmente grelhado, perde e muito sua linda cor, por este motivo também é muito utilizado cru somente marinado com temperos, ou simplesmente adornando saladas e pratos.”

    Mais um que fala sobre o tal:

    http://www.funginature.agr.br/produtos.html

    Parabéns pelo seu blog.

    Gabriel Rogerio

  16. Marta

    Esse cogumelo é o Hiratake, cujo nome científico é Pleorotus Osteatus, é originário dos países da Europa, América do Norte e Ásia, sendo também uma espécie nativa das matas brasileiras.

  17. Marisa, vendo assim pela foto, me parece ser o Salmão, comestível. Mas nunca vi dele ao natural, ainda mais sem saber que tipo de madeira era onde ele estava brotando, etc. Só conheço produzido em casa, mas também em madeira de eucalipto e outras que não sei de qual. Seria melhor um especialista analisar, mas aparentemente me parece também ser o Salmão, que é delicioso e já comi muito, mas comprado de produtores amigos.

  18. Marisa Ono

    Eu morro de vontade de provar cogumelos que brotam por aqui mas só me arrisco com o kikurage, não sei se chamam de orelha de judeu por aqui. Fico sempre com um pé atrás, vai que…

  19. Oi Marisa! Boa tarde
    Sei que a postagem é antiga, e acho que você já deve ter comido. Rsrs
    Sim, é o hiratake salmão comestível. Nativo das nossas matas atlânticas brasileiras, fiquei muito feliz ao vê-lo ao natural…pois aqui (Indaiatuba-SP) produzimos em composto de bagaço de cana.
    Fique a vontade para colher e se deliciar. As vezes tem algum esporo levado pelo vento e acharam a sua casa e cresceram.

    Adorei a ideia de usá-lo em saladas e marinados

    Um abraço

    Marina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *