Outra Receita de Donuts

Essa trancinha costumava aparecer com frequência em lojas de conveniência e padarias japonesas. Simples massa torcida, frita e polvilhada com açúcar. E precisa de mais? Confesso que não sou fã de donuts cobertos, decorados. Só uma massa de pão doce e frita já faz minha alegria. Usei fermento de pão fresco por acaso – tinha uma quantidade enorme que sobrou de outro experimento. E achei que o resultado ficou melhor do que com o fermento biológico seco. A massa ficou macia, com um cheiro característico.

150 ml de água morna

2 ovos pequenos

100 gramas de açúcar

85 gramas de manteiga – não vale margarina light

30 gramas de leite em pó

10 gramas de emulsificante – opcional

Aromatizante (usei baunilha mas, se preferir, use casca de limão, laranja ou outro qualquer)

600 gramas de farinha de trigo

30 gramas de fermento de pão fresco

Dissolva o fermento na água morna e adicione os demais ingredientes. Prefiro usar a máquina de pão para sovar. Se não tiver, trabalhe bem a massa, até ela ficar macia. Talvez seja preciso acrescentar mais farinha ou mais água. Vai depender muito da umidade do ar. A massa deverá ser muito macia, quase pegajosa.

Deixe crescer até dobrar de volume.

Divida a massa em porções, abra com um rolo e corte em tiras. Forme rolinhos, dobre-os ao meio e enrole em tranças. Deixe crescer novamente, antes de fritar em óleo aquecido, porém não muito quente, até dourar bem.

Escorra e passe em açúcar e canela.

Com metade da massa fiz esses sonhos. Foi só abrir a massa em quase 2 cm de espessura, cortar com discos, esperar crescer e fritar. Depois de frios, recheeei com creme de baunilha, feito com leite, gemas de ovos caipiras, açúcar, farinha, amido de milho e essência.

Isso me lembra de uma padaria – não me lembro o nome, embora me lembre perfeitamente do lugar. Fui lá em uma manhã de domingo – curiosamente, a padaria ficava aberta das 7 às 15 horas. Escolhi um pão alongado, sem ter idéia do que era. A balconista pegou meu pão, levou à cozinha e o recheou com um creme gelado! Eu adorei, claro. E não seria má idéia se alguma confeitaria resolvesse fazer algo assim.

Share This Post

16 comentários em “Outra Receita de Donuts”

  1. Marisa amo cozinhar mas sempre faço receitas da net que não ficam com o gostinho dos comprados por lojas especializadas mas vc tem recitas bem legais…Sem falar dos textos escritos por vc muito bom!!!

  2. Marisa falando em frituras empanados a gordura sempre espirra fazendo maior bagunça no meu fogao. quero saber como ou qual ingrediente usar pra evitar isso. Trigo- leite ou ovos com gema ou sem? – farinha de rosca.

  3. Mah, use sempre uma panela ou frigideira com paredes altas, não coloco óleo além da metade da altura. No caso do empanado com farinha de rosca, costumo usar claras apenas, mas é porque sempre tenho claras no congelador, já que uso gemas para pincelar pães, empadas, etc.

  4. Olá…Já escutou falar em “cueca virada”? Aqui no RS, fica igualzinha a essa trança da foto. Existem versões fininhas ou fofinhas, mas o truque é utilizar a cachaça na receita para ficar sequinho. ;>

  5. Nossa, Cueca Virada é uma coisa que há muito tempo não vejo. Vi em algumas padarias de Londrina, também. Vou experimentar com cachaça um dia desses…

  6. Há um motivo para usar o leite em pó. Ele tem propriedades de manter a umidade da massa que o leite não tem. Pinga, eu tenho receio, porque o álcool costuma deixar as massas mais ressecadas, desidratadas.

  7. Marisa, uma padaria na Penha, chamada Requinte, frita e recheia os sonhos na hora. “Pertinho”.
    É, estou fuçando aqui os donuts. Esqueci de deixar a espuma nas geladeira ontem e vou usar uma receita alternativa, ainda bem que você já testou várias 🙂 Obrigada!

  8. Não, Marta. Ou melhor, pode até guardar mas por pouco tempo. Massas que levam fermento tendem a desenvolver um sabor ácido e um aroma estranho. Não deixaria na geladeira mais que uma noite.

  9. Oi, Marisa! Eu me divirto muito cozinhando (ou tentando cozinhar, rs), mas não sou lá uma expert. Achei esse creme de baunilha que você usou nos sonhos lindo! E queria fazer. Você pode me dizer como faz? Não sei se você já postou a receita por aqui, é que não consegui achar… Obrigada desde já!

    (Descobri seu site ontem, e já vou testar um pão hoje!)

  10. Não publiquei a receita do creme. Você pode usar creme de confeiteiro industrializado – existe em lojas de produtos para confeitaria, é só misturar leite e cozinhar – ou fazer usando 3 a 4 gemas, 50 gramas de farinha de trigo, 50 gramas de amido de milho, açúcar à gosto. Bata bem e adicione meio litro de leite e leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. Aromatize com baunilha e retire do fogo. Empregue frio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *