8 Comments

  1. Angela

    Marisa,

    Acompanhando o Blog, estou podendo rever os meus conceitos sobre os alimentos. Reformando as minhas ideias.
    E isso é muito bom!

    Adorei todo texto.

  2. Diulza Angelica dos Santos

    OI Marisa amei tudo mais osoba com berinjela demais, gostaria muito de faze mais vegetais, mais minhas receitas são sempre as mesma,fico feliz pois sei que logo vc nos vai nos dar ótimas receitas. bjs.dna. Margareth não foi.bjs.

  3. ana maria

    Eis um evento que gostaria muito de ter participado. Como saber de outros na mesma linha?
    Acho a postura budista relacionada à alimentação é a do futuro sem dor (aos animais) e a do crescimento (humanos). Como ser feliz sabendo que nos alimentamos do sofrimento? Além do desgaste trazido ao planeta.
    É um caminho difícil, mas chegaremos lá, não tenho dúvidas.
    Abs.

  4. Lívia

    Nunca havia visto algo relacionado à culinária budista. Por mais que este prato não contenha alimentos de origem animal, é bastante protéico e acima de tudo, nutritivo. Realmente, suas breves análises acerca da industrialização alimentícia provocam muitas reflexões. Uma delas condiz com o fato de que estamos disponibilizando menos tempo para nos dedicar a um feito sublime como a refeição. Acredito que o ato de preparar um prato não se resume apenas à satisfação biológica. Há todo um desvelo e amor que também oferecem um sabor a mais na comida. E, sinceramente, creio que cozinhar demonstra a personalidade de quem cozinha. Por isso, faço meus pratos com muito amor. Além de querer agradar os outros, gosto de satisfazer minhas próprias vontades.

  5. Amélia

    O soba aqui em casa é com suridaikon(nabo ralado), shoyu e limão, mas é um prato da família do meu sogro, meus pais não comem dessa forma, mas como meu marido adora, sempre que encontro nabo fresco e novo acabo fazendo. Curiosidades do que se pode chamar de “culinária japonesa”!! Vou tentar fazer o soba aqui em casa, assim que encontrar o trigo sarraceno.

  6. Juliana Fukuda

    Oi Marisa, estava navengando na internet e acabei no seu site por causa de uma foto de um bolo de chocolate que parece ser delicioso. Mas fiquei mais surpreendida de ver essa matéria, estive nesse evento e lembro de você lá. Ficou muito legal a sua matéria e feliz por você estar divulgando o Shojin Ryori. Passarei mais por aqui. Parabéns!!

  7. Marisa Ono

    Foi um evento muito interessante, não, Juliana. Pena que não há muito material para pesquisar, nem mesmo no Japão. Mas considero um desafio fazer uma refeição com tantos vegetais. Um dia ainda chego lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *