Composteiras

Composteira

Moro em uma chácara, estou começando uma horta. Naturalmente passei a precisar de uma composteira. É lá que junto folhas secas, restos não aproveitados da horta (talos, folhas, coisas recolhidas da limpeza dos canteiros), frutos podres, etc. Por conta de animais domésticos e não-domésticos, precisei fazer um gabarito. Muito simples, algumas estacas e um pedaço de tela encapada com plástico. Assim os bichos não bagunçam tudo e eu não me aborreço.

Qualquer matéria orgânica uma hora irá se decompor. Mas, para apressar o processo e evitar o mau-cheiro, tomo alguns cuidados. Um deles é revolver a cada 2 dias, mais ou menos. Assim não fica aquele cheiro do chorume (ou cheiro de caminhão de lixo). Intercalo material verde com marrom. Coloco iscas para as moscas. Mantenho úmido. Não é ciência exata. Dependendo do clima vai se decompor mais rápido ou vai levar mais tempo.

E para quem não tem tanto espaço assim? Dá para reciclar os restos da cozinha? E sem mau-cheiro, sem moscas? Dá. E não vai precisar de equipamento caro. Só uma caixa de papelão, um saco plástico, um pouco de fita adesiva e farelo de trigo. Coloque um saco plástico grosso dentro de uma caixa de papelão. Prenda com fita adesiva nas bordas da caixa.

Coloque farelo de trigo misturado com um pouco de cinza (ou carvão moído) e um pouco de terra. Uso farelo de trigo porque é barato. Não, não é aquele que você compra na loja de produtos naturais, macrobióticos. É farelo para gado, cavalo, mesmo. Procure em casa de ração. Talvez possa ser substituído por serragem. Não encha até a boca, deixe 1/3 livre da caixa.

Então é só pegar o resto da cozinha, se possível pique e enterre nesse farelo. A cada dia enterre em um lugar diferente, distribuindo bem o material. Tampe a caixa dobrando as abas e cubra com um pano. Eu usei uma camiseta velha. Não se iluda, uma caixa vai dar conta de muita coisa. O farelo vai absorver muita água e os restos ficarão bem secos. Sem umidade, não vai desenvolver muito cheiro e nem vão aparecer moscas. Quando estiver cheio, prepare outra caixa. Mantenha a caixa em um local elevado do chão. Se tiver animais domésticos, é melhor escolher um lugar seguro.

Semanalmente, revire e adicione um pouco de água para que fique úmido sem encharcar. O material vai ser decomposto a ponto de ficar difícil identificar alguma coisa. Pode desenvolver um cheiro de amônia, mas isso é por conta da própria decomposição mesmo. Para acelerar ainda mais o processo, eu coloco um pouco de koji (arroz contaminado com Aspergillus Oryzae, base da produção de miso, shoyu e sake). Também é bem provável que esse material esquente, o que é bom. Para ter idéia de como o processo é rápido, comecei essa composteira em 28 de maio e está quase pronto.

 

Share This Post

4 Comments

  1. Diulza Angelica dos Santos

    OI Marisa, isto é muito bom, como vc faz com o chorume, disse que ele tb é reaproveitavel,muito rico. to louca para ver esta chacara, mais o tempo anda muitocorrido. bjs.

  2. Adriana Lopez

    Oi Marisa, nos conhecemos na aula da Mari. Fiquei muito interessada na questão da aceleração da fermentação da composteira com a adição de koji. Algumas perguntas: da para fazer koji com arroz integral? Se não der certo o koji sem o starter, da para aproveitar na composteira? Vejo que vc também circula pelo Wild Yeast, o melhor site de pão de que tenho notícia. Muito interessante também o fermento de arroz. Adorei seu site.

  3. Marisa Ono

    Olá, Adriana. Eu super recomendo o Wild Yeast. Faço pães meio que bissextamente, de vez em quando abandono, depois volto aos fermentos naturais. Li em algum lugar sobre koji com arroz integral, mas era para fazer vinagre. No caso do sake, não. O Aspergillus depende de amido, agora a parte externa do arroz vai conferir sabores diferentes, além da cor mais escura.
    Sim, dá para colocar na composteira, geralmente coloco tudo exceto carnes, peixe. Coloco cascas de ovos, borra de café (embora seja muito ácida…) Aliás, a simples adição de algum amido à composteira pode estimular o crescimento de fungos que irão ajudar na decomposição.

  4. Adriana Lopez

    Borra de café muito ácida, hahn. E eu que junto na cidade para levar pra composteira… As cascas de ovo devem compensar a acidez do café, talvez. Também queria perguntar sobre o cultivo de aliums. Como se fariam as mudas a partir da própria planta? Precisam polenizar para fazer sementes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *