Pão de Resíduo de Soja

Aqui em casa costumamos fazer tofu. Para quem quiser se aventurar a fazer em casa, publiquei uma receita de kinugoshi tofu (quase um flan de leite de soja) aqui: http://marisaono.com/delicia/?p=3243

Comemos o tofu, mas sobra o resíduo (conhecido como okara). E ele não é disperdiçado. Seco no forno, em fogo baixo, vira uma farinha sequinha que rende uma boa farofa. Misturado com ovo, temperos e um pouco de farinha, vira um bolinho parente do falafel. Desta vez fiz um pão, que ficou com uma consistência muito boa. Não consigo encontrar a expressão correta para “mochiri”. Seria macio, úmido, um pouquinho pegajoso, nada farelento. Deu para entender?

500 gramas de farinha de trigo

30 gramas de farinha de glúten

5 gramas de melhorador

10 gramas de fermento biológico seco (costumo usar o instantâneo)

30 gramas de açúcar

8 gramas de sal

300 gramas de resíduo de soja

1 ovo

Água morna

30 gramas de manteiga ou margarina

Misture as farinhas, o açúcar, sal, fermento, melhorador. Adicione o farelo, o ovo batido com um pouco de água e vá misturando, sovando e acrescentando água até formar uma massa macia. Adicione a manteiga amolecida. Sove mais um pouco.

Deixe crescer em local aquecido, coberto com um filme, para não ressecar.

Depois de crescido, abaixe a mass com o punho fechado. Divida em porções, forme bolas e deixe crescer por 10 minutos.

Abra cada porção com um rolo, enrole e coloque em uma assadeira. Eu coloquei no forno (desligado) com uma tigela grande, cheia de água quente no “chão” do forno. Assim cresceu com umidade. É que era um dia frio e o ar anda seco demais.

Depois de bem crescido, pincelei com gema batida e levei para assar em forno quente, pré-aquecido, até dourar.

Ficaram uns grãozinhos de soja no meio da massa.

O melhorador eu compro em atacadistas, em pacotes de 1 kg. Para quem não costuma fazer muito pão, pode encontrar em supermercados, em sachês. A farinha de glúten eu compro em empórios. E resíduo de soja também aparece (às vezes) nos empórios. Antigamente ganhava de graça quando comprava um tofu.

 

Share This Post

5 comentários em “Pão de Resíduo de Soja”

  1. Marisa, já fiz pão com okara algumas vezes, e sempre consegui aquela consistência “mochiri” que você diz. Será que é pela presença de mais gordura (da soja)?

  2. Célia, eu acho que o mérito é do okara (resíduo de soja) mesmo. Ele retém muita água. Quando assa o pão, vai evaporando mais água e hidratando a massa. Bem, pode ser que eu esteja errada também…

  3. MInha mãe tempera o okara com cebola e alhos fritos, cenoura ralada, ovos mexidos, salsinha e cebolinha. Às vezes também coloca um tanto de milho. Fica uma delícia e recomendo, além de virar um acompanhamento bem colorido.

  4. Okara rende tanta coisa boa… Já fiz bom-bocado com coco e resíduo de soja. Farofa é frequente. Já no Japão costumam cozinhar com hijiki, vegetais, caldo (dashi). Fica molhadinho. E o que era para ser descarte vira mais um item à mesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *