6 Comments

  1. Amélia Okamota

    Minhas tias de Piedade fazem uma conserva de chuchu com o mesmo caldo que colocamos no gengibre, corta-se o chuchu não muito fino, salga-se, espalha numa peneira ou similar e deixa no sol, quando murchar e perder a água toda colocar o caldo (sal, açucar, vinagre, um pouco de água e se quiser um pouco tbém de saquê). Pode guardar na geladeira em vidro bem fechado que dura meses, fica bem crocante.

  2. Diulza Angelica dos Santos

    Marisa eu adoro chuchu, faço de varias maneiras aprendi a fazer conserva na pinga a receita é da Akemi, fica muito bom agora vou fazer a sua receita.bjs.

  3. Amélia Okamota

    Se vc achar que está muito duro, na próxima vez dá uma escaldada rápida em água quente, como eu gosto crocante faço cru mesmo e não fica nenhum resíduo de sabor de chuchu cru.

  4. Eduardo Toda

    Olá Marisa, konbanwa..!!!
    Estive no Japão, por 7 anos e em Fukushima-ken (região de motomiy-machi)havia chuchu, mas os nativos não sabiam que dava para se comer, o estranho é que eles conheciam por Hayato-uri, e ficaram espantados com brasileiros que comiam chuchu…tsukemono de chuchu é uma delícia. Eu tenho o hábito de cortar em tirinhas finas, como se fosse fazer aquelas batatas fritas (sliced) frito com um pouco de óleo de soja, jgo um pouco de shoyu e mando ver com bastante gohan branco, fica uma delícia..gostei do seu site, muito legal
    Um grande abraço

    Eduardo Shunji Toda

  5. Marisa Ono

    Pois é, Eduardo. Eu vi chuchu em Nagano, para fazer tsukemono. Bem, Nagano é uma província com características bem peculiares. Na província de Shizuoka, o pessoal mais velho disse que havia comido na época da guerra, mas os hábitos foram mudando. Ficavam espantados quando a gente dizia que cozinhava e comia (eu gosto muito de chuchu com camarão…).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *