Crema do Desespero

Dizem que hoje é dia do cozinheiro. A cozinheira aqui, por outro lado, passou boa parte do dia cuidando de um cão que foi atacado por outros cães e que teve cerca de 40 cm do corpo suturado. Nem o almoço nem o jantar merecem comentários. Mas inventei de fazer uma sobremesa às pressas. Não sei se posso chamar de crema catalana. Não tinha limões para usar as raspas, usei baunilha mesmo.

4 gemas

3/4 xícara de açúcar

1 colher de sopa cheia de fécula de batata

1/2 xícara de creme de leite fresco

1 1/2 xícara de leite

Baunilha ou raspas de limão

Mais um pouco de açúcar cristal para o caramelo

Bata as gemas com o açúcar até ficar um pouco claro. Junte a fécula, bata mais um pouco, adicione o creme, misture bem e, por fim, o leite.

Passe por uma peneira e leve ao fogo, mexendo sempre até engrossar e formar um creme espesso. Distribua em 6 tigelas que suportem calor. Leve à geladeira até gelar.  As tigelinhas de inox que ganhei da Dona Ioco foram providenciais, o metal é bom condutor de calor, o doce esfriou depressa.

Na hora de servir, polvilhe açúcar cristal (cerca de 1/2 colher para cada porção) e queime com um maçarico. O açúcar queimado vai caramelar e endurecer, formando uma crosta crocante.

PS: Usei creme de leite, mas se for para cortar calorias, substitua por leite. O açúcar do creme pode ser substituído com adoçante culinário. Apenas o açúcar do caramelo de cobertura é que não dá para trocar.

Share This Post

8 comentários em “Crema do Desespero”

  1. de qq forma vc , parabéns seu blog é muito bomm, fala de receitas que sempre quis saber ,curiosidades incríveis , sempre que posso passo por aqui .vale muito passar por aqui.abraço

  2. Querida Marisa,
    Nossa!!! Espero que o cão esteja bem…
    Fiquei sabendo também que hoje é dia da cozinheira e resolvi passar por aqui…
    Parabéns para você que é uma cozinheira de mão cheia!!! Adoro o seu blog e tudo o que faz…
    Grande beijo de uma admiradora, Irene

  3. Chame como quiser, mas explicaram-me aqui que o similar francês tem creme de leite e baunilha e a versao nacional, nao. Aqui fazem com raspas de limao e maisena. O resto é o mesmo: gemas, leite, açúcar… Uma vez comi uma que tinha ge-la-ti-na. Deu-me vontade de chamar os mossos d´esquadra. A verdade é que há tantas receitas de crema catalana quanto as de paella, de feijoada, de jambalaya, de pizza, de karê…

  4. Pois é, Panacota. Tem umas receitas que desceram as escadarias e hoje passeiam pela rua de sandália havaiana. Assim como panacota, que já vi sem pana, sem ser cozida…

  5. Ih, Irene, tenho que fazer curativo, dar remédio, injeção, leva-lo para fazer as necessidades, ele está acostumado a fazer na terra. O bom é que acho que peguei jeito nas injeções e em cachorro é mais fácil que em gato…

  6. Ola Marisa, acompanho seu trabalho há algum tempo e adoro o q vc faz !! Fui um dos primeiros a provar seu alho negro, primeiro das mãos do Shin (Aizome) e depois do Murakami ( Kinoshita ).Estou passando uma temporada no Japão, se quiser sementes para plantar ou qualquer outro produto e só me pedir . Grande abraco .

  7. Oi, André. Puxa, você esteve com dois profissionais que respeito muito. Vai ficar muito tempo no Japão? Porque se você estiver voltando poderíamos combinar uma maneira de eu paga-lo por umas sementes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *