Biscoito de Polvilho e Ovos

Fiz esses biscoitos para agradar uma pessoa. Ela disse que sentia saudades de um biscoito de polvilho que não era sequilho, que podia ser tanto doce quanto salgado e que não encontrava em lugar algum. Não sei se é esse biscoito, mas tentei fazer algo que se enquadrasse na descrição. Feito apenas com polvilho doce, gordura (manteiga, margarina com mais de 80% de lipídios ou banha), água, sal e ovos, é diferente do biscoito “de vento”. As bolhas da massa são menores, é mais “durinho”, porém crocante.

500 gramas de polvilho doce

200 gramas de manteiga (ou margarina com pelo menos 80% de lipídios ou banha)

200 ml de água

1/2 colher de sopa de sal

6 a 7 ovos

Coloque o polvilho em uma tigela. Ferva a água com a gordura e o sal. Despeje sobre o polvilho e misture. Ainda morno, vá adicionando os ovos um a um, batendo a cada adição, até obter uma massa mole, mas não muito. Teste passando o dedo na massa; o dedo formará um sulco que irá se desfazer lentamente.  Ou confira a textura com uma espátula. A massa irá formar fitas longas.

Eu usei um saco de confeiteiro e um bico redondo para fazer tiras de massa. Asse em forno pré-aquecido quente, até dourar levemente e o biscoito ficar seco. Guarde em um pote fechado.

Fiz salgado, mas provando, acho que ficaria bom com um pouco de açúcar. Muito pouco, porque o açúcar carameliza e pode deixar o biscoito muito duro depois de frio. Eu experimentaria com umas 4 colheres de açúcar apenas.

E se querem saber de onde saiu a receita, explico: parti de algumas receitas de biscoito papa-ovo. Tentei uma que deu errado, corrigi e acabou saindo isso.

Rende muito mas garanto, acaba logo se for oferecido como petisco ou lanche, com café.

Share This Post

9 comentários em “Biscoito de Polvilho e Ovos”

  1. Marisa voçê me fez lembrar de minha infância lá em Pirenópolis, minha mãe fazia um biscoito de polvilho e queijo que era uma delícia já tentei fazer nunca consegui vou tentar esta receita.

  2. Marisa fiz e adorei sai umas fornadas boas pois sabes né eu aqui em casa dobrei a receita bjs, Ma a chipa que eu conheço é frita da um trabalho danado.

  3. Marisa, parabéns pela receita, simplesmente fantástica, morando longe de casa da saudades dos sabores do Brasil e sua receita vem matando um pouco dessa saudade!
    Perfeita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *