Okara Koroke (Croquete de Resíduo de Soja)

Quem costuma fazer leite de soja ou tofu acaba ficando com muito resíduo de soja em casa.  Pediram-me uma receita de croquete de okara. Já vou avisando que não é o mesmo que comi no Sakagura A1. É um croquete bem simples, que fica sequinho e permite variações. Usei resíduo de soja cozido. Explico: nem sempre fervo a soja triturada para tirar o leite. Quando quero usar o resíduo, fervo tudo e passo pelo saco coador ainda quente. É que o resíduo de soja cru é indigesto.

1 batata cozida e passada no espremedor (cerca de 140-150 gramas)

150 gramas de carne moída refogada e temperada (sal, alho, cebola, pimenta-do-reino) ou vegetais refogados.

300 gramas de okara (resíduo de soja)

1 colher de shoyu (molho de soja)

Sal, pimenta-do-reino à gosto

Farinha, ovos e farinha de rosca ou panko para empanar

Misture a batata cozida e espremida com a carne moída refogada e o okara. Tempere com o shoyu, corrija o sal. Faça croquetes com cerca de 4 cm de comprimento. Passe na farinha de trigo, ovos batidos e farinha de rosca ou panko. Frite em bastante óleo quente, até dourar.

Se preferir, sirva com um pouco de molho para tonkatsu.

Pode ser comido como petisco ou numa refeição. Rendeu 20 bolinhos.

 

Share This Post

4 comentários em “Okara Koroke (Croquete de Resíduo de Soja)”

  1. Não, Diulza, o resíduo de soja não dá liga. A batata entra nessa função. O okara é basicamente fibra, como coco ralado, por exemplo. Se tentar enrolar um bolinho só de okara, ele se desmancha.

  2. Visitei hoje sua página pela 1ª vez….Gostei muito… Seu pão “assado no vapor ” é fantástico. Este croquete com resíduo de soja me despertou a vontade de experimentar. Vou fazer ainda hoje…Parabéns por se bom gosto e elegância.
    Sõnia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *