Feliz 2013

Antes que o ano acabe quero agradecer a todos os leitores que têm acompanhado minhas experiências na cozinha. Alguns tive a felicidade de conhecer. Vocês deram um sentido a todos esses textos que tenho publicado. Se não houvesse quem lesse, seriam apenas um amontoado de palavras.

Não fiz nenhuma lista de resoluções. Na verdade, nem sequer arrumei a escrivaninha. Mesmo assim, tenho esperanças, como todo mundo. E quero para o ano que se aproxima o mesmo que todo mundo quer: boas notícias, menos sobressaltos, uma certa tranquilidade financeira. Quero ler mais livros (menos internet, mas não posso prometer), ver filmes bons, fazer boas refeições. Por outro lado algo em mim se agita e quero fazer algo novo. Espero ter a oportunidade. De quê? Ainda não sei direito, é só uma ideia sem pernas nem braços.

Espero que tenham a boa notícia que tanto esperam. E outras boas surpresas, porque o inesperado tem outro sabor.

Por enquanto deixo com aqui uma foto dos mochis recheados que fizemos hoje. Para mim simbolizam o espírito festivo do final do ano, a fartura, a alegria. Feliz 2013 para todos nós.

Share This Post

14 comentários em “Feliz 2013”

  1. Espero que essa ideia sem pernas e braços, encontre a cabeça e o corpo e saia por ai fazendo coisas boas que só vc sabe fazer beijos te amo.

  2. Diulza, dizem que o movimento que a gente precisa está dentro de nós mesmos. Tenho pensando numa maneira de fazer as coisas acontecerem. Beijos!

  3. Marisa,desejo que vc continue tendo ótimas idéias e muita saúde, energia, disposição e alegria para colocá-las em prática em 2013!! Com certeza vc traz muitas felicidades a todos nós, seus seguidores. Feliz 2013 !!!

  4. Marisa,
    Um pouco atrasado, mas FELIZ ANO NOVO. (AKEMASHITE OMEDETOU GOZAIMASU).
    Sempre procuro as delicias que vc posta. Adoro. Vou tentar fazer o moti. (procuro tambem a versão okinawana – nantu, que leva amendoim e misso), bjs.

  5. Olá Marisa!
    Tudo bem?
    Como dizem por aqui: Akemashite omedetou gozaimasu!!!Kotoshi mou yoroshi onegai itashimasu! (^^)
    Que 2013 seja repleto de muita saúde, muita prosperidade e novas perspectivas!Ah! E é claro, de muitos novos aromas e sabores! =)
    Um grande abraço!
    Claudia.
    P.S.” Essa foto me deu água na boca(*o*)!”

  6. É o anko-mochi, comum em lojas de produtos orientais. A diferença é que o recheio foi feito com pasta de castanhas portuguesas. Agora começou a safra brasileira, há alguns produtores em São Roque e Ibiúna.

  7. Oi,Marisa!
    Eu acompanho o seu site há algum tempo e parabenizo por este.Está me dando muitas dicas das receitas.Dicas pontuais.
    Marisa,se não for incômodo,gostaria que publicasse a receita do anko-mochi.Acho que se faz com polvilho,pois aqui no Sul o mochi-gome sai muito caro.Muito obrigado pela atenção e muito sucesso para vc!

  8. Paulo, obrigada.
    O anko-mochi que vejo nas mercearias não é feito de polvilho. Na verdade, nem deveria ser chamado de anko-mochi. Por aqui fazem uma massa de farinha de arroz mochigome (já existem marcas nacionais), água e açúcar.
    É a mesma massa usada no choco-ichigo daifuku. Só que em fez de recheio de chocolate e morango, use anko.
    http://marisaono.com/delicia/?p=1448

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *