6 Comments

  1. Nelson Syozi

    Nigauri é algo que eu ainda não consigo comer!!
    Eu bebo café expresso, whiskie, etc. mas o amargo do Nigauri ultrapassa do meu limite hehehe

  2. Marisa Ono

    Nelson, coisas amargas ficam um pouco melhor feitas com gordura (refogados ou fritos). É que a gordura “impermeabiliza” a língua e a gente não sente tanto o amargor. Cozido vira a coisa mais amarga do mundo. Eu não gostava, é hábito adquirido. Hoje já nem ligo tanto para o amargor…

  3. Suzana Tamae Inokuchi

    Marisa, hoje achei nigauri (que eu reconheci pelas folhas como goya, das matérias sobre cortina verde). Devo estar com sorte, estes frutos são temporões, já é pleno outono e está bem frio e chuvoso em Curitiba, mas havia uma plantação em frente a uma casa de um simpático casal nikkei. Foi bom falar em nihongo com eles e conhecer meus vizinhos de bairro! Só depois de mostrar pra minha mãe, que se lembrou que meu pai ganhou uma vez esse legume e, hoje de noite, lembrei que o conheci como nigauri, na época, achei amargo demais. Depois, achei seus posts e liguei os dois nomes à mesma planta…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *