Tijimi (Panqueca Coreana) com Kimchee

Pensei que já havia publicado essa receita. Como a foto que publiquei no Facebook do kimchee que fiz essa semana fez muito sucesso, aproveitei para apresentar outra maneira de se comer essa conserva deliciosa. É muito fácil e rápida de se fazer. Pode ser comida como petisco, acompanhada de uma cerveja (aliás, a primeira vez que comi foi em um izakaya). Mas também pode servir como um lanche, algo para comer no jantar quando não se está com muita fome. Como foi o caso de hoje.

O tijimi pode ser feito com kimchee, como nesse caso, mas também pode ser feito com vegetais picados, caldo de carne e pimenta. Dessa vez não adicionei carne de porco em tirinhas. Poderia ter adicionado pedacinhos de lula também. Enfim, é um prato doméstico, ou seja, vão existir centenas, milhares de variações.

Este kimchee fiz picando acelga e salgando. Deixei de uma noite para outra, para que perdesse um pouco de água e ficasse macia. Depois segui a receita que publiquei aqui:

http://marisaono.com/delicia/?p=1455

Depois coloquei em potes e deixei na geladeira. A gente vai comendo aos poucos, ao longo dos dias.

Para o tijimi:

1 xícara de farinha de trigo

1/2 xícara de água

1 ovo grande

2 colheres de sopa de caldo da conserva de kimchee

1/2 xícara de kimchee picado não muito miúdo

1 colher de sopa de óleo

1 ou 2 colheres de chá de óleo de gergelim

Misture a farinha com o ovo e a água, até formar uma massa lisa. Adicione o caldo do kimchee, o kimchee picado e os óleos. Misture bem.

Frite em uma frigideira untada com cerca de 1 colher de sopa de óleo. Se for usar uma frigideira pequena, divida a massa ao meio. Pode fazer em uma frigideira grande, fazendo uma panqueca grande. O que importa é que não fique muito grossa (como um okonomiyaki, por exemplo). Frite até dourar bem de um lado, em fogo médio. Vire do outro lado e deixe dourar. Retire de frigideira e corte em quadrados com uns 4 cim de lado.

Para o molho:

1 colher de chá de gochujang (pasta de pimenta coreana, saborosíssima)

1 colher de sopa de shoyu

1 colher de sopa de vinagre

1 colher de sopa de pasta de gergelim (tahine)

Misture a pasta de pimenta com a de gergelim. Adicione o shoyu, misture bem e adicione o vinagre. Confira o sabor. Dependendo da marca, o shoyu pode ser mais ou menos salgado. Sirva acompanhando o tijimi.

 

 

Share This Post

2 comentários em “Tijimi (Panqueca Coreana) com Kimchee”

  1. Marisa eu definitivamente não consigo fazer o kinchee, o meu fica pareçendo fermentado muito azedo, o comprado pronto é muito salgado e eu não ando podendo comer sal.

  2. Diulza, o kimchee, na verdade, é azedo. O meu fica azedo depois de uma semana, mais ou menos, na geladeira. É parecido com o chucrute. Você tem salgado a acelga primeiro? É importante, para eliminar parte da água e melhorar a conservação. Depois lave-a ligeiramente e esprema. Se faltar sal, adicione mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *