Kansui e Sementes

Claro que gosto de ganhar presentes. Ainda mais quando são coisas que não consigo pôr a mão tão facilmente. No caso, estava cobiçando demais o kansui, substância que é usada para fazer o lamen. Ele é que confere a textura e a cor amarelada, além do sabor ligeiramente alcalino. Queria saber a diferença entre a solução alcalina chinesa que encontro na Liberdade e fazer uns testes. Pois bem, agora é pôr a mão – literalmente – na massa. Aguardem!

E as sementes – de abóbora de Hokkaido e de “Rødbeder”. Suponho que seja um tipo de beterraba, só que é de duas cores, formando círculos concêntricos. São diversões para minha mãe, para serem plantadas depois do inverno.

Não sei se posso dizer o nome de quem me presenteou. Por isso, por enquanto, só posso dizer que estou muito feliz e grata ao M.

 

 

Share This Post

3 Comments

  1. M.

    Não tinha ideia do uso do kansui e ainda pensei como iria explicar às autoridades dinamarquesas caso fosse revistado…..hehe
    A semente de abóbora, embora de variedade japonesa, encontrei somente na loja do jardim botânico de Copenhagen. Acho que dona M. iria gostar do acervo de sementes da loja.
    Recebi uma surpresa aqui. Não precisava se preocupar. Muito obrigado!

    bjo

  2. Marisa Ono

    Podia ter dito que era produto para pintura em cerâmica (meia verdade, meia mentira, os sais que compôe o kansui podem ser utilizados em muita coisa, inclusive na produção de cerâmica, M.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *