Shio-Wakame (Wakame Salgado)

Outro dia encontrei wakame salgado, congelado. Foi na loja Made in Japan, que fica numa galeria na esquina entre a Paulista e a Brigadeiro. É uma loja enxuta, mas com produtos quase que exclusivamente japoneses. Lá também comprei uma balinha de matcha e tororo kombu, um kombu que é desfiado, fino como papel.

A embalagem vem com 500 gramas, o que é uma quantidade considerável de alga. Antes de ser utilizada, é preciso lavar para retirar o excesso de sal. Ao contrário do wakame desidratado, não vem picado. Então pode ser que encontre pedaços grandes como o da foto lá do início do post.

E porquê usar wakame salgado e congelado? Bem, a cor é mais bonita, o verde é mais claro. E é mais viscosa. Isso pode desagradar muitos, nós não temos o hábito de consumir alimentos “babentos”. Não chega a ser um visgo tão espesso quanto o do cará, por exemplo, mas está presente. E os japoneses dizem que essa “baba” facilita o trânsito intestinal.

Fiz uma saladinha, como entrada. Bastou lavar a alga para retirar o sal, escorrer e espremer entre as mãos para retirar o excesso de água. Piquei grosseiramente. Aqueci um pouco de óleo – algumas colheres apenas – até quase o ponto de fumaça. Com cuidado, despejei sobre algumas pimentas vermelhas secas (tirei as sementes) picadas. Usei a japonesa taka-no-tsume, mas poderia ser dedo-de-moça, por exemplo. Deixei o óleo esfriar. Misturei às algas, temperei com sal, vinagre e gergelim torrado e ligeiramente triturado.

 

Share This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *