Alcachofra de Jerusalém, Tupinambo, Kiku-imo

Se lembram da aula da Mari Hirata do ano passado? Foi na Escola Wilma Kovesi. Ela falou sobre raízes, rizomas, tubérculos. Para quem não se lembra ou não leu, escrevi aqui:

http://marisaono.com/delicia/?p=6358

Pois bem, ganhei dela uma alcachofra de Jerusalém, que também é conhecida como Tupinambo, Tupinambur, Topinambour, Kiku-imo. Não comi, foi plantado na esperança que crescesse e que rendesse outras alcachofras.

E cresceu. E como cresceu! Cresceu cerca de 2,5 metros e deu muitas flores.

Apesar do nome, de alcachofra não tem nada. É da mesma família da margarida e do mesmo gênero que o girassol. Tanto que outro nome dele é girassol-batateiro. Não é uma planta que dê muito trabalho. Como as margaridas e girassóis, precisa de luz direta e não gosta de solo encharcado. Como ficam muito altas, podem tombar com o vento.

Como essa foi plantada no começo da primavera, pode ser colhida a partir de agora ou até o final do outono. No entanto, como contém mais água que a batata, não resiste muito bem depois de colhida, tende a murchar, como as cenouras, por exemplo. A solução é manter na terra mesmo ou guardar por algum tempo na geladeira.

Se o solo for fértil e as condições de sol e chuva forem boas, irão surgir tubérculos como esses. O sabor depende muito das condições do solo e clima. Em climas mais quentes, como o que temos por aqui, a tendência é ser mais adocicada.

Eu mesma ainda não fiz nada com elas. Algumas foram colhidas e dadas para o chef Shinya Koike do Aizomê, Sakagura A1 e para a chef Telma Shimizu do Aizomê, para que, de certa forma, se divertissem. Sei que gostam de ingredientes incomuns. A Telma já fez um prato com elas, combinando com salmão selvagem marinado.

Um bom tanto pretendo plantar e aumentar a produção. E mais um tanto eu vou dar para amigos para que também plantem. Dividir e distribuir mudas e sementes não é um ato de desapego, não. É uma maneira de garantir que mesmo que aconteça uma tragédia, terei quem me forneça outra muda para recomeçar.

E, claro, quero fazer uns testes e comer.

 

 

 

 

 

Share This Post

3 comentários em “Alcachofra de Jerusalém, Tupinambo, Kiku-imo”

  1. Marisa seria possível vc me mandar algumas quero dar ao meu feitante. ele gosta de batatas diferentes ele planta no sitio dele.me mande pelo correio pode ser. bjs.

  2. Marina
    sou diabético e estou procurando girassol-batateiro (+tupinambo etc.) para cultivar meu consumo.
    Voce tem ou sabe quem tem para me vender ?

    obrigado
    Augusto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *