Cogumelos Comestíveis da Mata Atlântica

Hoje fui ver e ouvir falar sobre os cogumelos comestíveis da mata atlântica. É um assunto que desperta minha curiosidade, não é raro encontrar alguns aqui em volta de casa. No entanto, não leio muito sobre o assunto e hoje vi que isso se deve por diversos motivos. O primeiro é que não somos um povo que tem o hábito de comer cogumelos. Outro é a falta de pesquisa ou talvez, recursos para ela.

Marina Capelari esclareceu que nem sempre é fácil de encontrar uma espécie desejada nas matas devido à complexidade do ambiente. Em contrapartida, temos mais variedade e ainda só conhecemos uma fração de uma estimativa de milhares e, por isso mesmo, não é conveniente sair comendo qualquer cogumelo. Cor ou aparência é indicativo de toxicidade, muito menos tem fundamento a crendice popular de que mancha prata ou casca de ovo. Outro ponto que eu tinha dúvidas era sobre o fato de encontrar espécies aqui que são comuns na Ásia. A distribuição das espécies não está restrita a um continente, algumas são encontradas em continentes diversos e distantes.

Já Jorge Ferreira é uma ponta da cadeia, é a pessoa que está na mata, observa, registra em fotos diversos cogumelos e que precisa de mais informação para saber quais são as espécies comestíveis, como pode estimular o surgimento delas e talvez chegar a um cultivo dentro da própria mata. Trouxe muitas fotos lindas que retratam a diversidade da região de Paraty.

E Alex Atala representa a outra ponta, que quer ter cogumelos em sua cozinha, tenta popularizar o consumo de espécies brasileiras mas que também tem a preocupação com a preservação do homem em seu ambiente, seja no campo, seja na mata, rio ou praia.

Deixo aqui as fotos de algumas espécies comestíveis brasileiras mas com o aviso: na dúvida, não coma. Nós temos espécies tóxicas, alucinógenas e até letais.

O debate foi promovido pelo Centro de Cultura Culinária Câmara Cascudo, no Maní e mediado por Carlos Alberto Dória.

Acompanhe os próximos debates no blog do C5:

http://culinariac5.wordpress.com/

Share This Post

7 Comments

  1. Gilda

    Fiquei eufórica! Espero poder em breve sair por aí achando e recolhendo cogumelos nacionais. Será? Não conhecia o C5 e agradeço pela indicação. Sou como você, olhando, fotografando, querendo provar e deixando ficar.

  2. Denilson

    Ola,

    Desculpe o incomodo,talvez vc possa me ajudar, a gente achou alguns cogumelos na mata atlantica,sera que você (ou algum colega seu) sabe os nomes deles e se são comestiveis ou não?

    Queria lhe enviar as fotos, vc tem um email?

    Bjs

  3. Marisa Ono

    Segundo a especialista, o melhor é não comer. Existem muitos cogumelos alucinógenos ou tóxicos e, em muitos casos, só analisando em laboratório para saber.

  4. Arnon Borges

    Tenho interesse no assunto. Como faço pra enviar uma foto de uma especie q fotografei, pra vcs identificar? Aqui é região de mata atlântica. Obrigado.

  5. Alipio Raposo

    Marisa,gostaria de saber como conseguir esse guia dos slides.ou outros de identificação.Moro na area rural,perto da mata e vejo diversos.Sou muito conectado com os cogumelos..adoro eles. Grato

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *