Kudzu?

IMG_4538

Estive na Liberdade. Na mercearia Meishin achei uma raiz estranha. Perguntei para a mocinha do caixa. A resposta foi: “Batata Chinesa. Sopa. Bom pla saúde.” Perguntei o nome em chinês mesmo. Não soube me dizer. Trouxe mesmo assim.

IMG_4540

Eu trouxe porque achei que era kudzu. Mas não posso dizer com toda certeza, já que não vi a folha, não sei o nome. O fato é que se parece com ele em tudo.

Aliás, já me perguntaram se tenho kudzu (kuzu) plantado em casa. Não, nunca vi uma muda e não pretendo plantar, já que é uma planta que se alastra muito e não tenho tanto espaço assim.

IMG_4541

Experimentei tirar o amido. Aliás, extrair amido é uma coisa bem simples. Basta triturar a raiz ou tubérculo com água, coar e esperar o amido se acumular no fundo. Eu preferi passar na peneira, lavar novamente o bagaço para extrair o máximo de amido e depois coar em um pano.

IMG_4542

O caldo que se formou era branco, denso, como leite.

IMG_4555

Depois de horas, o amido acumulou-se todo no fundo da tigela. Depois disso, foi só escorrer a água e deixar secar. Estava pronto o amido de “batata chinesa boa pla saúde”.

IMG_4554

Resolvi testar, para saber se a textura era boa. Fiz um pudim de baunilha cozido. A textura ficou bem cremosa, muito mais delicada do que um pudim feito com amido de milho ou fécula de batata. Aliás, nem parecia um pudim cozido na panela, parecia algo feito no banho-maria.

40 gramas de amido de (talvez) kudzu

500 ml de leite

3 gemas

Açúcar à gosto

Baunilha à gosto

Misture o amido ao leite, até dissolver. Leve ao fogo e cozinhe em fogo brando, mexendo sempre, por 10 minutos.

Bata as gemas com o açúcar. Pegue algumas colheradas de mingau e adicione à mistura de ovos. Mexa bem. Retire o mingau do fogo, adicione as gemas e misture. Volte ao fogo por uns instantes, apenas para cozinhar as gemas. Aromatize com baunilha.

Divida em 4 potinhos e leve para a geladeira.

Sirva com calda de caramelo ou outro que gostar.

Por fim, o amido de kudzu (kuzu) japonês tem uma textura um pouco diferente. Mas pelo que sei, as raízes são primeiro secas ao sol e depois trituradas. Dizem que assim o amido fica de melhor qualidade. Por outro lado, não fiz isso porque como essa raiz é muito fibrosa, não teria como triturar no liquidificador.

 

 

 

 

Share This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *