Pomme Dauphine

IMG_5119

Porquê as coisas entram e saem de moda? Quando uma receita vira “cafona”? Creio que é por conta da natureza humana, tão volúvel. Queremos o novo, sempre a novidade. Mas depois de algum tempo bate a nostalgia, a vontade de reviver algum momento passado (quer tenha vivido ele ou não, conheço gente que sente nostalgia de coisa que nem viveu, a história é longa).

O nome é bonito, não sei a origem. Trata-se de batatas cozidas e espremidas, misturadas à massa de carolinas, enroladas e fritas. Para quem está evitando gorduras, podem ser assadas. Faz muito tempo (uns vinte anos) que não vejo ninguém fazendo isso. Na verdade, nem eu mesma faço essa receita há uns 25 anos ou mais. Mas não deixa de ser gostosa, tem lá seu charme e é uma opção de acompanhamento para um assado.

100 ml de água

50 gramas de manteiga

70 gramas de farinha de trigo

2 ovos em temperatura ambiente

Sal à gosto

Cerca de 350 a 400 gramas de batatas cozidas e espremidas

Óleo para fritura

IMG_5118

Leve ao fogo a agua com a manteiga e um pouco de sal. Deixe levantar fervura. Adicione a farinha e misture bem, em fogo baixo, até a massa praticamente descolar da panela e formar uma fina crosta no fundo. Retire do fogo, vire em uma tigela, misture um pouco para que escape vapor e amorne um pouco.

Adicione os ovos um a um, batendo bem. Adicione à essa massa as batatas cozidas e espremidas (melhor que estejam também ainda mornas e não geladas). Misture até que fique homogêneo.

Com as mãos ligeiramente úmidas, forme bolas. Ou, se não quiser, modele com uma colher. Frite em óleo quente até dourar bem. Retire o excesso de óleo colocando-os sobre papel absorvente. Sirva quente. Os bolinhos terão uma crosta por fora mas serão aerados e quase cremosos no interior. Como usei ovos caipiras, a cor ficou mais amarela.

 

 

Share This Post

2 comentários em “Pomme Dauphine”

  1. Você pode usar um saco de confeiteiro e um bico pitanga, para ficar mais bonito. Tempo não sei dizer, não. É assar até ficar dourado e cozido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *