Quando Escrever Se Torna Secundário

Nas últimas semanas passei por uns momentos que exigiram muito mais a minha atenção e tive que deixar de escrever no blog, seja por falta de tempo, seja por cansaço, mesmo.

Primeiro, sofri um pequeno acidente de trânsito. Felizmente ninguém sofreu ferimento algum, mas isso me fez ficar sem o carro por uns dias. Moro em um região parcamente atendida pelo sistema de transporte coletivo (uns 5 ou 6 ônibus por dia, imagine) e o supermercado mais próximo fica a 4 km.

Meu cão, já velho, apresentou problemas de saúde, precisou ser operado,  teve um pós-operatório complicado, com edema, inflamação e infecção. Cuidar de um cão não é muito diferente de cuidar de um humano, só que ele não vai colaborar tanto. Ele não vai engolir  os remédios com tanta boa-vontade, por exemplo. Curativos diários, caminhadas para estimular a circulação e que ajudaram a diminuir o inchaço nos membros posteriores, conferir se ele estava evacuando direitinho. Foram 3 semanas nessa. Agora o velhinho está bem, ainda um pouco lento, mas já se esforça para acompanhar minha mãe pela horta e uiva às 19 horas, colocando as fofocas caninas em dia.

E teve, nesse caos geral, o segundo Aizomê Ichiba. Era uma verdadeira receita de desastre, com tanta coisa para fazer e tendo que levar o cachorro para a clínica veterinária a 13 km daqui de casa. Mas a cavalaria veio. O Claudio Hiroshi Katamura, do Pimenta Real, veio me ajudar aqui em casa e ainda levou boa parte dos produtos até a feira. A Luci Cara da Acessórios Caramori (https://www.facebook.com/Acessórios-Caramori-180330025330171/) e o Marco Raspantini me ajudaram tremendamente no caixa e atendimento na feira, pensando em detalhes que nem me passaram pela cabeça. Marcia Molina veio e acabou ficando para me ajudar. Aliás, ela e o marido estão com um detergente que deterge tudo, indicado para limpeza pesada. Já testei, recomendo, apresentei para um bocado de gente. Confiram o video (tem outros, aliás) no Youtube: https://youtu.be/y2LtTa_ttE8

E como veio gente! Atendemos mais de 100 pessoas, pude trocar umas palavras com leitores do blog, alguns amigos, foi tudo muito intenso. Confesso que fico meio sem saber o que dizer para os meus leitores, pessoalmente. Mas gosto de saber quem me lê, do que gostam, do que testaram.

Bem, hoje as coisas voltaram mais ou menos ao normal, preciso correr com umas obrigações. Mas volto a escrever sobre comida esta semana.

 

Share This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *