Carapau ou Aji

É um pouco difícil de vê-lo nas feiras. Me lembro que, na época que morava no Rio, era um peixe desprezado. O tempo passa, o mundo gira e lá no Japão descubro que ele é muito apreciado. E é delicioso, gosto muito dele empanado (à milanesa, chamam de aji fry). E é barato (encontrei por 6 reais na feira do Ceagesp, nos finais de semana). Notei que algumas não o compram, não conhecem e talvez se perguntem como limpa-lo (algumas peixarias se recusam a limpar peixes pequenos).

IMG_0375

Uma das diferenças do carapau em relação à muitos peixes que conhecemos é esse conjunto de escamas no final do corpo, formando um escudo rígido.

IMG_0377

Não dá para servi-lo assim, mas não é difícil de tira-lo, basta usar uma faca afiada e tomar cuidado para não tirar mais do que o necessário.

IMG_0376

Para os filés, tiro a cabeça fora, a partir da nadadeira lateral.

IMG_0378

Tire o filé de um lado. (Ah, a mancha escura não é do peixe, minha câmera está com um defeito, muitas fotos saíram com essa mancha).

IMG_0379

Passe a faca rente à espinha e tire o outro filé. Ele também tem uma série de espinhas grandes na parte abdominal, uma faca rente à elas dá conta de tira-las todas.

IMG_0380

Feito isso, é só temperar com um pouco de sal e pimenta do reino, passar na farinha de trigo, uma mistura de água e farinha de trigo (como um mingau bem ralo) e panko (farinha de rosca grossa) e fritar.

IMG_0382

Ah, sim, há umas espinhas bem pequenas no centro do filé, ao longo do corpo. Podem ser retiradas com uma pinça mas eu não faço. Não me engasgo com elas e não tenho paciência para tanto. Faria isso se fosse comê-lo cru.

 

 

Share This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *