Yama Gobô ou Bardana Selvagem

IMG_0786

Muitas plantas que comemos hoje são o resultado de milhares de anos de seleção humana. Mas de vez em quando topamos com algumas espécies menos manipuladas, por assim dizer. A bardana que vemos nas feiras tem as raízes grossas, de diâmetro homogêneo, com poucas raízes laterais, como a raiz na parte de cima da foto. Abaixo, vemos raízes irregulares, que se ramificam. E são curtas, ficam com uns 30 cm de comprimento.

IMG_0796

Cozida, é um pouco mais fibrosa que a bardana que encontramos nas feiras. O sabor e aroma são mais intensos, um pouco amarga. As raízes laterais são por demais fibrosas, parece que mastiguei um cipó ou um pedaço de barbante, não vale a pena cozinha-los.

IMG_0811

A folha é grande, se considerarmos as raízes. Algumas chegam a uns 40 cm de comprimento.

IMG_0810

E para tão pouca raiz, tem muita folha aí. A foto ficou ruim, sob o sol forte.

Ainda não consegui a identificação da espécie. Estou esperando as flores para poder comprar com os registros das espécies do gênero Arctium.

 

Share This Post

Um comentário em “Yama Gobô ou Bardana Selvagem”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *