Me Digam Como Posso Melhorar.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

6 Responses to Me Digam Como Posso Melhorar.

  1. Sandra diz:

    Para mim, do jeito que está, está ótimo! Gosto muito de suas receitas, são muito proveitosas…
    Tento sempre fazer, apesar de eu não ter muita prática..
    Sempre quiz aprender culinária japonesa, usar motigome, onde usar missô, os pães do Japão que são deliciosos..

  2. Ney Kitahara
    10:09 (há 0 minuto)
    para Delícia

    Marisa,

    Bom dia,

    Meu nome é Ney, adoro suas receitas e dicas, e gosto de ler e acompanhar você em todas s redes sociais.
    Mas o que eu gostaria, de relembrar as receitas da época das receitas da vovó e da minha mãe, tenho saudades e encontro com você algumas dessas receitas.

    muito obrigado,

    ney kitahara

  3. Elisa diz:

    Gosto muito da forma q vc passa suas receitas. O fato de esclarecer científicamente e tb de contar histórias é q traz a magia e a vontade de experimentar. Parabéns, continue a ser vc mesma!

  4. Fernando diz:

    Nossa, este video me emocionou, acredito que conheça o blog a mais de 10 anos, sendo que tenho 28 anos (lembro que entrei pela primeira vez em busca de uma receita de lamen, talvez?), tinha muita vontade de experimentar o alho negro (ainda tenho)… E nem sabia que tinha criado um canal no youtube, ao acaso vi esta a publicação no facebook, que praticamente nem uso mais, e me surpreendi!!
    Não cheguei a ver todos os videos do canal do youtube ainda, só umas partes de alguns e também não posso afirmar que o que vou dizer seria “o caminho pro sucesso nessas redes”.
    Do que vejo nos canais que acompanho acredito que a Sra. possa sim ter um sucesso muuuuito grande no youtube e instragram, principalmente pela quantidade de receitas e conhecimento culinario, sem perder toda a essência do que sempre foi o blog e ainda acho que desistir dessas plataformas seria uma perda pra sociedade brasileira sobre a culinaria e cultura japonesa.
    Uma forma no youtube de manter o conceito básico da receita e ao mesmo tempo não tornar o video “sem graça” seria colocar estes tópicos escritos e não falados/explicados enquanto foca o video/edição 100% na parte visual da receita (youtube e instagram são 99% visuais, ou seja gravar o video focado na culinaria com informações faladas serem somente sobre ingredientes e forma de preparo enquanto os dados e toda a ciência por trâs disso aparecer como notas explicativas). Acredito também que focar pesado no instragram é interessante desde que faça seguindo os conceitos populares.
    Me vem a mente três pessoas que acredito que fizeram isso muito bem, o Chef michel dumas e o chef jacquin no youtube (são bem diferentes, mas com uma edição/conceitos muito legais para se inspirar) enquanto uma referência muito boa no instagram é o netão do bom beef de santos. Uma outra coisa, é a possibilidade de refazer todas as receitas do blog nessas redes sociais, ou seja, conteudo tem e muito!!!! hahahahahaha

  5. Aparecida diz:

    Oi Marisa,
    Eu gosto de ver seus vídeos e acho interessante saber da história/curiosidade sobre a comida que você ensina a fazer.
    Eu gostaria de saber se é possível fazer em casa biscoito de arroz japonês. São importados do Japão e existem uma variedade de sabores. Atualmente, custam muito caros !! Se você tiver uma receita desse biscoito, será que poderia ensinar em video ?
    Obrigada e sucessos !

  6. Marisa Ono diz:

    Aparecida, não creio que esses biscoitos saiam mais baratos fazendo em casa. São feitos de arroz mochigome, que já é caro. Depois de cozido, amassado e cortado, são secos ao sol e depois assados e recebem pinceladas de shoyu, por exemplo. Para fazer a massa de arroz vai precisar de um pilão ou máquina para isso. Cortar também é outro desafio, porque a massa é muito pegajosa. Tem uma espessura ideal e ainda por cima, não pode ser seco demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *