Creative Commons License
Blog Delicia by Marisa Ono
is licensed under a Creative Commons.

Imagem cedida pelo Studio Oz

Alho Negro na Bombay

Pinterest Master

  Pinterest

Doe Com Um Clique

Imprimir Imprimir

Pastel Assado

pastel-de-forno

Há muito tempo fiz um pastel assado que tinha queijo na massa. Perdi a receita e nunca mais fiz. Desta vez, resolvi tentar com os ingredientes que tinha à mão.  Ficou muito bom, delicado e não ficou tão gorduroso.

225 gramas de queijo cremoso (usei, na verdade, iogurte caseiro dessorado; basta deixar o iogurte escorrer em um saco de pano ou um coador)

50 gramas de manteiga amolecida

Sal

1 colher de chá de fermento em pó

Farinha o quanto baste

Misture todos os ingredientes. A massa deverá ser bem macia, fácil de abrir com um rolo.

Abra a massa fino (mas não tão fino quanto um pastel frito) e corte em rodelas. 

Recheie à gosto e feche bem as bordas com um garfo.

Pincele com gema e leve para assar em forno quente, até dourar bem.

Share This Post

16 comments to Pastel Assado

  • puxa, o tempo deve estar propício para pastel de forno… procurei no supermercado no finde, mas não encontrei e acabei trazendo massa de pastel para fritar mesmo. Será que tem problema se eu usar no forno? Ou serei “obrigada” a experimentar a sua receita, que me parece bem melhor?…

  • Marisa, descobr seu blog agora! ameeeeeeeeeeeeeeeei!
    Já virei fã viu! Cada receita boa!
    Bjs

  • Marisa Ono

    Myrna, já me disseram que massa pronta rende bons pastéis assados. Ainda não experimentei. Por outro lado, essa receita rende bem e pode ser congelada antes de assar (congelamento aberto, em uma assadeira; depois é só enfiar tudo em um saco).
    Usei queijo de iogurte, mas creio que funciona com queijo cremoso, cottage ou uma ricota mais macia, do tipo cremoso.

  • Já comprei massa folhada para pastelão de forno da Pavioli, muito gostosa. Parecia uma massa folhada comum mesmo, com o look-and-feel-and-taste da Arosa, mas era vendida fora do freezer. Cada pacote tem 2 discos e tem no Pão de Açúcar. Da mesma marca, tem existem discos para pastéis pequenos.
    No Carrefour não achei nada dessa marca, tampouco massa folhada já aberta. Então comprei de pastel de fritar… vou tentar fazer no forno e te conto. Tenho uma machaca na geladeira e preciso usar antes que ela fique picante demais por conta do “descanso prolongado”.

  • agora que eu vi que você linkou o meu blog ;-) tks! estou lisonjeada…

  • Nope. A massa de pastel de fritar não tem gordura suficiente para isso. Ficou crocante, gostoso até, mas não é uma coisa que se sirva aos amigos. Mas rendeu um ótimo almoço.

  • Marisa Ono

    É mesmo, Myrna? Será que não ficaria melhor (e mais calórico) pincelando com manteiga ou óleo ou azeite?

  • Em apartamento, toda alternativa é preciosa, mesmo que resulte no mesmo tanto de calorias, para não ficar com cheiro de trailer de pastel em casa a semana toda!
    Acho que precisa ser uma pincelada generosa, besuntar bem, em toda a volta. Deixar até gotejar um pouco, talvez?
    Boa pedida para hoje, ainda tem massa. Só preciso ver se a machaca ainda está viva lá na geladeira. Volto para contar.
    E esse papo me lembra uma lasanha de massa de pastel, agora aquela de rolo. Segundo uma amiga, basta colocar um pouco de molho no fundo de um refratário, estender uma camada de massa, uma de recheio, colocar molho vermelho, depois dobrar e repetir a sanfona até chegar no tamanho desejado. Imagino que seja no máx. 1 cm abaixo da borda. Daí completa-se o refratário com leite até a boca e deixa-se a lasanha descansar uma noite antes de assar. Ela cozinha bem, deve ficar gostoso.

  • Marisa Ono

    A manteiga, azeite ou óleo deve de melhorar o pastel. Bem, fica bom nos pastéis de massa phyllo gregos, recheados com espinafre (spanakopitas), que eu fazia com massa de harumaki, já que não encontrava phyllo no Japão.
    E a lazanha de massa de pastel me lembra a lazanha com massa de wantan ou gyoza. Lá no começo dos anos 90, comida italiana não era tão popular no Japão. E aí foi um tal da gente substituir talharim por udon, massa de lazanha por massa de wantan e contrabandear queijo parmesão…
    Tem umas massas de lazanha que não precisam pré-cozimento. Basta usar um molho mais “aguado” e ir direto ao forno. Mas sempre achei estranho essa coisa de deixar uma noite na geladeira. Tenho a impressão que vai empapar. Mas, certeza, só fazendo!

  • Paulo Nagasawa

    Marisa, estou tirando umas receitas para fazer e lembrar dos tempos em que comia buta- kakunin, uma delícia meu filho fazia dentre outros pratos típicos, aquêle donburi-de frutos do mar. Obrigado ! vou tentar queimar as panelas rsrs.

  • maria de lourdes araujo

    Olá boa tarde !!
    sigo seu blog faz tempo faço muitas receitas do seu blog todas ficam perfeitas e gostosas.
    Meus parabéns por vc ter mil ideias maravilhosas,
    QUERO DIZER KI VOU SEGUIR SEU BLOG POR MUITOS E MUITOS ANOS, AMO TODAS S RECEITAS DOCES SALGADAS BOLOS CHOCOLATES ,AMO DE PAIXÃO.

  • Marisa Ono

    Obrigada, Maria de Lourdes.

  • Eliane Moreira

    Olá!

    Procurando uma receita prática de pastel de forno p comercializar vim parar aqui. Realmente nunca encontrei receita melhor de pastel de forno q essa que leva queijo minas na massa…vc perdeu a sua Marisa Ono?! Bom, eu tenho uma muito antiga q foi a minha sogra quem me passou, vou descrevê-la aqui, depois vc faz e me conta se é a msm:

    INGREDIENTES:
    – 500g de queijo minas
    – 250g de margarina
    – 400g de farinha de trigo
    – 02 gemas
    – queijo parmesão ralado para polvilhar

    PREPARO
    De véspera, amasse bem o queijo minas com a margarina e vá adicionando a farinha de trigo até obter uma massa branda, que não grude nas mãos, amasse bem e faça uma bola, cubra com guardanapo (de tecido, bem limpinho)úmido e guarde na geladeira.No dia seguinte, retire da geladeira e deixe descansar do lado de fora por 30 minutos. Abra a massa em superfície polvilhada com farinha de trigo, corte, recheie e feche os pastéis juntando e apertando a borda, pincele gema de ovo, polvilhe parmesão ralado, leve ao forno médio, pré aquecido e deixe até dourar.

  • Marisa Ono

    Perdi, Eliane. Era à base de requeijão. Mas vou testar essa um dia desses, obrigada.

  • Ililian

    Olá!!! Fiquei muito interessada com a receita, mas fiquei na duvida na hora que vc falou do congelamento. Eu posso fazer os pasteis, recheiá-los e depois congelar em forma? Ele cru mesmo?
    Grata

  • Marisa Ono

    Congele-o depois de assado, Ililian. Depois descongele e aqueça no forno. Não creio que ficaria bom no microondas.

Leave a Reply

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>