Feios-Porém-Gostosos de Amendoim

feios-porem-gostosos

Tomando um expresso no Zena Caffé do Carlos Bertolazzi, topei com um docinho que há muito não via : o feio-porém-gostoso. É quase um suspiro, feito com pedaços de avelãs tostadas. Estava delicioso, crocante. Voltei 35 anos no tempo e espaço (pois é, estou ficando velha). Na mesma hora me veio a idéia de fazer uma versão com um ingrediente brasileiro, tão saboroso e intenso quanto a avelã: o amendoim. Renderam mais de 100 docinhos, que logo sumiram. O pessoal aqui adorou.

500 gramas de amendoim

450 gramas de açúcar cristal

150 gramas de claras

Torre o amendoim, tire a pele e triture ligeiramente no multiprocessador. É para ficar alguns pedaços maiores, mesmo. Apenas alguns pulsos serão suficientes.

Bata as claras em neve. Junte o açúcar e o amendoim. Misture.

Leve ao fogo baixo em uma panela de fundo grosso. Misture até que a massa ganhe uma cor ligeiramente amarelada e forme uma crosta no fundo. Deixe esfriar um pouco e faça montinhos com uma colher de chá, sobre papel-manteiga, deixando um bom espaço entre eles, porque crescem.

Leve ao forno pré-aquecido, temperatura baixa (cerca de 140 graus). Deixe que assem até crescerem e ficarem dourados. Ainda estarão meio pegajosos no centro. Deixe que esfriem na própria assadeira. Destaque do papel e guarde em um pote bem fechado.

Quanto à crosta no fundo da panela, não se desespere. Deixe de molho em água que ela se dissolve com facilidade.

PS: Sim, o Zena Caffé é um lugar quase tão simpático quanto o dono. Espero voltar outro dia, com mais tempo. Dessa vez foi uma passagem bem rápida mesmo, só para um café.

Share This Post