Alho Negro

Alho Negro

O alho negro é um alho comum que passa por um processo de maturação. Nenhum aditivo é adicionado, trata-se apenas de controle de umidade e temperatura. Após o processo, ele adquire, além da cor escura, uma textura macia, lembrando bala de goma e um sabor doce, que lembra um pouco melaço, ameixa-preta, cogumelos e um fundo de alho, claro. Ao contrário do alho fresco, ele não possui o ardor e aroma característicos. Ou seja, não dá “bafo”.

A minha experiência começou há mais de um ano. O chef Carlos Bertolazzi, voltando de um estágio no El Buli, comentou comigo que havia provado um alho negro que importavam do Japão. Na época, eu não tinha idéia do que se tratava. Vim a saber depois que no Japão ele é consumido como suplemento, já que possui antioxidantes e por conta da fama dos poderes curativos do alho.

Há quase um ano afirmo que o alho negro é o próximo ingrediente. Mas, como tudo que é novo, provoca uma certa desconfiança. Finalmente tenho bons comentários na mídia:

No Paladar, do jornal O Estado de São Paulo:

http://www.estadao.com.br/noticias/suplementos+paladar,alho-negro,3277,0.shtm

Na Folha de São Paulo:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/comida/ult10005u653036.shtml

Come-se, da Neide Rigo:

http://come-se.blogspot.com/2009/12/alho-negro-ganhei.html

Gastrolândia, por Ailin Aleixo:

>http://gastrolandia.uol.com.br/novidades/alho-negro-o-proximo-tomate-seco/

Também pela Ailin Aleixo, no UOL:

http://receitas.uol.com.br/ultimas-noticias/2010/01/28/28alho-negro-o-ingrediente-da-moda.jhtm

Gourmandise:

http://gourmandisebrasil.blogspot.com/2010/02/tapas-e-alho-negro.html

Kanten:

http://kanten.com.br/blog/?p=746

E se quiserem ver as receitas que testei com o alho negro, sigam a tag:

http://marisaono.com/delicia/?tag=alho-negro

O alho que eu produzo conserva-se por mais de 3 meses na geladeira e pode ser congelado. As cabeças são inteiras e podem variar de tamanho.

Para entrar em contato comigo, escrevam-me:

marisaono@gmail.com