Bala de Alga e Hibiscus

Conversar com LP sempre é inspirador. Depois de postas as novidades em dia, falamos de comida, sempre. O assunto de ontem foi gelatina de alga, texturas e quantidades. Por fim, veio a questão da bala de alga. Fui para a cozinha, para tentar fazer as tais balinhas com o que eu tinha em casa. A única coisa colorida e ácida disponível era o chá de hibiscus. Não ficou igual às balinhas japonesas, porque, pelo que sei, usam trehalose, um açúcar com menor poder adoçante e algumas outras propriedades. Mas está satisfatório.

350 gramas de açúcar cristal

350 ml de chá de hibiscus (coloque um punhado de hibiscus secos em uma caneca com água e deixe ferver em fogo baixo por uns 3 minutos)

8 gramas de gelatina de algas (kanten, agar-agar)

Misture a gelatina com o açúcar. Acrescente o chá, misture e leve ao fogo, mexendo eventualmente. Deixe ferver por 5 minutos, em fogo baixo. Despeje em uma forma ou molde e deixe esfriar antes de cortar.

Obs: É interessante que o chá seja ácido, porém se o PH for abaixo de 4, a gelatina de algas não solidifica.

Share This Post

Mais Sobre Tokoroten

tokoroten-de-matcha

Eu tinha comentado sobre o tokoroten há uns dias e perguntaram-me se era possível corta-lo à mão, no caso de não possuir um cortador próprio. Sim, dá. Não ficou tão bonito e nem tão fininho quanto com o cortador, mas o resultado não foi mau. Cortei em fatias finas e depois, em tirinhas, com certa paciência.

Este, da foto, está verde porque fiz com macha (chá verde em pó). Ficou com um perfume bom e comi um pouco com leite condensado. Pode parecer estranho, mas hoje em dia os japoneses adoram leite condensado. E o macha (ou matcha, como preferem grafar uns) combina muito bem com leite, creme ou chocolate.

E também comemos com um pouco de pepino cortado em tirinhas, vinagre e sal (nada de óleo!), como uma entrada leve e gelada. Ficou muito bom.

Share This Post

Tokoroten

tokoroten-3

Na verdade, esse espaguete feito com gelatina de alga é feito a partir da alga tengusa. No entanto, há muito que eu não encontro a alga. Então a saída e fazer a gelatina a partir do pó (kanten, ágar) industrializado.

tokoroten-1

Usei 11 gramas de kanten em pó para cada litro de água. Dissolvi o pó na água, levei ao fogo, mexendo sempre, deixando ferver em fogo baixo por uns dois minutos. Deixei esfriar até firmar. Depois, foi só cortar com um cortador próprio. Para isso, é preciso molha-lo, para que a gelatina pudesse escorregar. Se não for consumir logo, cubra com água para não secar e mantenha na geladeira por dois dias, no máximo.

tokoroten-2

Para comer, é só servir com uma mistura de vinagre de arroz e shoyu. Há quem consuma como doce, com melado.

A gelatina de alga contém poucas calorias mas também é pobre nutrientes. Não engorda mas também não alimenta. Tampouco tem sabor, vai adquirir o sabor do molho. Mas é gelado, leve e muito comum na dieta japonesa, sobretudo no verão.

tokoroten-4

Embora eu tenha utilizado um cortador, também é possível corta a gelatina com uma faca. Só que seria bem mais trabalhoso e o resultado poderia não ser tão bonito assim.

 

Share This Post