Dorayaki Da Minha Tia

Há muito publiquei uma receita de dorayaki. Foi aqui:

http://marisaono.com/delicia/?p=60

Ganhei esta receita da minha tia (irmã da minha mãe) há muito tempo ainda não havia testado. Hoje, conversando com a vizinha, ela lamentou que gostava muito de comida japonesa mas que era muito caro. Uma bandeja de sushis é vendida a R$18,00 em uma mercearia na cidade. Para quem ganha um salário mínimo, é algo fora do orçamento. Disse que na cidade também tinha uns doces japoneses. Outro suspiro. Prometi que faria um doce japonês para ela, que passasse em casa à tarde. E assim fiz.

O dorayaki é um tipo de panqueca, unidas duas a duas com um recheio. Geralmente é recheado com doce de azuki (anko). Em determinadas épocas do ano, pasta de batata-doce ou de castanhas. Mas hoje existem versões com creme (de baunilha ou chocolate) no recheio ou até mesmo cream cheese com geléia. Desta vez usei pasta de batata-doce.

6 claras

200 gramas de açúcar

3 gemas

1 colher de sopa de manteiga

1 colher de sopa de mel

250 gramas de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

250 ml de água

Bata as claras em neve. Adicione metade do açúcar e bata bem, até formar um suspiro.

Bata as gemas com o açúcar restante, a manteiga e o mel, até estar tudo bem misturado. Adicione a farinha peneirada com o fermento em pó. Misture e vá adicionando a água, sem bater muito.

Adicione as claras batidas à essa massa em 2 ou 3 porções, misturando bem à cada adição, sem bater. A massa ficará leve.

Com a ajuda de uma concha coloque porções de massa em uma frigideira com revestimento anti-aderente já aquecida. Eu fiz discos com mais ou menos 7 cm, mas podem ser maiores, até uns 10 cm. Deixe que formem bolhas na superfície e vire para que cozinhem. Ficam mais bonitos se forem feitos na frigideira sem untar, a cor será mais uniforme. No me fogão eu usei fogo baixo. A temperatura vai variar muito de fogão para fogão e também depende da espessura da frigideira, então, cada um vai ter que se adaptar.

Renderam 2 dúzias. Uma dúzia coloquei em uma bandeja e dei para minha vizinha. Espero que ela tenha gostado. Ficaram bem fofinhos, mais fofos dos que eu costumava comprar nas lojas de conveniência no Japão. Aliás, acho que rende boas panquecas (hot cakes). Não testei, mas acho que congela bem.

 

Share This Post

8 comentários em “Dorayaki Da Minha Tia”

  1. Eu estava doida atraz desta receita, quero fazer com o doce azuki
    Mais uma vez obrigada tenho aprendido muito com Você Marisa, e como já disse antes, não me deito antes de chegar tuas atualição , Senti falta tua quando pintavas a tua cozinha (rsrsr)

  2. Obrigada, Dilza. Minha mãe gostou muito da panqueca em si, para ela já estava de bom tamanho sem recheio.Outro vizinho veio e levou o resto. Acredita que comi só meio dorayaki? É que doces muito doces me dão azia…

  3. Marisa, descobri seu site e ,realmente, é uma delícia. Dorayaki, a receita da massa é a mesma do doce em forma de bananinha ou peixinho? Hum… muito gostoso! Obrigada.

  4. Eu comprava sempre no Roberto Shiguero no bairro do Cambuci em São Paulo, o doce bananinha! O recheio era de baunilha e a massa desse Dorayaki… morando aqui em Ilhabela, uma vez achei esse bolinho no supermercado do Frade mas nunca mais vi! Queria saber se essa massa com recheio de baunilha fica bom?

  5. Nunca fiz dorayaki com recheio de baunilha, Roberto. A receita de banana kasutera eu publiquei aqui: http://marisaono.com/delicia/?p=3154 e já vi as formas de banana kasutera na Liberdade, mas não me lembro em qual loja, só me lembro que foi em uma loja de presentes e utensílios domésticos da Galvão Bueno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *