Donuts: passo-a-passo

donuts

O primeiro episódio de azia do qual me lembro ocorreu poucos minutos  após eu comer o meu primeiro donut.  Madrugada num vôo econômico com meia dúzia de escalas e conexões entre Nova Iorque e San Francisco num longínquo e gelado dezembro de 1976. Talvez um prenúncio do que seria o estilo Gol de voar: uma comissária cansada literalmente atirando rosquinhas embrulhadas em celofane no colo dos passageiros, à guisa de refeição.

Por todo aquele inverno, a despeito da azia iminente, consumi irresponsavelmente uma montanha deles. Eu gosto de doces. Eu gosto de frituras. Ora, um doce frito parece uma formula perfeita que o diabo inventaria caso me quisesse como inquilino.

Muito desapontado com os indecentes donuts de quiosques (e um que inadvertidamente comi no Extra enquanto fazia compras, e que carinhosamente apelidei de rosquinha-de-satanás, com duplo sentido), adaptei essa receita bem fácil que resulta numa quantidade de donuts pra nenhum Homer Simpson botar defeito.

Costumo usar a máquina de fazer pão como masseira (excelente fim), mas qualquer batedeira que tenha pás para massas densas, ou mesmo sova manual vai apresentar o mesmo resultado final.

 

– 1 xícara de leite (240 ml)

– 5 colheres de sopa de açúcar (65g)

– 1/2 colher de chá de sal(2g)

– 2 ovos

– 5 colheres de sopa de manteiga ou margarina (75g)

– 1 colher de chá de essência de laranja ou baunilha (opcional)

– 4 xícaras de farinha de trigo (500g)

– 2 colheres de chá de fermento biológico instantâneo (ou 1 tablete pequeno de fermento fresco)

– 1 colher de chá de melhorador de farinha (opcional)

donuts-massa

Ponha os ingredientes na cuba ou na tigela pela ordem acima e ligue a máquina. Dê uma espiada depois de 5 minutos e veja se a massa tem a consistência desejada: mais macia que pão mas não grudenta (1). Corrija com bocadinhos de farinha caso ela esteja muito mole. Não precisa sovar com muita paixão e nem deixar a batedeira ou a máquina torrar meia Itaipu em energia elétrica. Ajeite a massa na cuba/tigela , cubra com filme plástico e deixe crescer por 1 hora e então verifique se a massa dobrou mesmo de tamanho. Caso contrário, deixe mais uns minutos (2).

 

Enfarinhe levemente uma superfície, retire a massa da maquina, ajeite em uma bola e parta-a em duas para facilitar. Polvilhe farinha e abra com altura entre 1/2 cm  ou um pouco mais mas nunca mais que 1 cm.(3, 4 e 5).

donuts-corte

Corte com o cortador de donuts ou use alternativamente dois copos (no caso, um de uísque, por exemplo, para as bordas, e um de vodka ou licor para o centro, 6, 7 e 8 ). Rejunte as aparas e abra a massa de novo.  A forma toróide, ou de “rosquinha” faz sentido na hora de fritar para que a massa não fique crua no centro. Se quiser fazer como sonhos, deixe a massa mais fina e o óleo menos quente.

Ponha os donuts cortados em uma bandeja polvilhada e deixe crescer por uma 1/2 hora ou até que quase tripliquem de espessura (9). Faça a cobertura abaixo enquanto a massa cresce. 

Aqueça o óleo a uma temperatura menor que a habitual para frituras – 170°C – (teste com um pedacinho da massa: não deve borbulhar muito) e com uma espátula vá colocando os donuts, poucos por vez, e virando até que estejam corados. Escorra e ponha em muito papel absorvente.

Deixe esfriar completamente numa grade antes de por a cobertura (10 e 11).

donuts-preparo

donuts-coberturas

Cobertura (ganache).

– 300g de chocolate meio amargo picado.

– 250g de creme de leite espesso. O de caixinha para chantilly com 35% de gordura é bom (Parmalat de caixinha cor-de-rosa). Ou use o fresco (ui!). Se for usar porcaria bagaceira “light” de 17% estilo Batavo ou Shefa, só acrescente 125 g ao chocolate.

 

Derreta o chocolate em banho-maria ou microondas e bata levemente com o creme de leite. Mantenha aquecido.

Mergulhe o topo dos donuts no chocolate (12). Se quiser, polvilhe castanhas, confeitos ou granulado (13).

Espere esfriar completamente antes de servir para o chocolate ficar firme.

Alternativamente você pode polvilhar com açúcar de confeiteiro misturado com canela (14, inclusive cortei algumas rosquinhas em menor tamanho), ou pincelar geléia, fondant ou o que lhe der na telha (com doce de leite em barra amolecido com um pouquinho de água…hmmm).

 Quase todas as receitas de donut caseiro que vi ao longo dos anos pediam fermento químico por motivos práticos e que as fazem semelhantes ao prosaico bolinho-de-chuva. As com fermento biologico são infinitamente superiores ao meu ver, embora ambas exijam de mim uma dose de ENO geladinho para acompanhar. Muitas pedem uma marca obscena de noz-moscada ou baunilha.

Eu particularmente não gosto muito de exagerar nesses perfumes. Noz moscada em excesso faz qualquer coisa ter gosto de gaveta de avó.

O negócio divertido é dar um toque diferente. Use o sabor que lhe convier na massa e na cobertura guardando as proporções dos ingredientes acima.

Qualquer dúvida é só perguntar!

LP

Gostou dessa receita? Talvez queira conhecer o donuts okinawano

Saataa Andaagii

Share This Post

171 comentários em “Donuts: passo-a-passo”

  1. Lucienne, eu ainda não fiz com chocolate, mas creio que funcione com um pouco de chocolate derretido (e frio) misturado à massa. Ou talvez até mesmo com cacau em pó.

  2. Ola,olha eu fiz a receita varias vezes e nao sei porque nao cresce,na verdade passo a semana toda tentando fazer receitas de paes ou parecidas,que levam fermento biologico mas nenhuma dar certo,elas nao crescem e ficam duras,gostaria de receber ajuda,eu faço td passo a passo tempo e td mas msm assim da errado,ja perdi varias receitas assim é terminar de fazer ir para o lixo,a massa fica sempre pesada.ha eu morro na europa sera q os ingredientes aqui?bom eu acredito q nao pq faço outras receitas com fermento em po royal e da certo mas (FERMENTO BIOLOGIGO) é para o lixo mesmo…meu marido adora donuts.agurdo sua ajuda…

  3. Adriana, para ter uma ideia do que se passa, gostaria de saber qual fermento biológico você usa. Poderia dar o nome, dizer o que está escrito na embalagem?

  4. comigo aconteceu a mesma coisa que Adriana, sobro o crescimento, a marca é Fleichmann Fermento biológico seco instantâneo. Também quero saber se pode guarda na geladeira a massa na geladeira.
    obrigada. = )

  5. Larissa, massas fermentadas são um pouco complicadas. Dá para guardar na geladeira, bem coberto por umas 24 horas. Mais que isso, já pode prejudicar o sabor, a massa pode ficar ácida.
    Costumo usar o fermento biológico da Dona Benta, mas também não tive problemas com a da Fleischmann. Ambas crescem bem em temperaturas acima de 25 graus. Em dias frios, a coisa complica. Quando está muito frio, cubro com um filme plástico e coloco na janela ou em algum lugar que bata sol. Também uso uma tigela de metal, que aquece mais rápido que as de vidro ou plástico. Outra opção é colocar no forno (desligado) com uma tigela cheia de água fervente no piso do forno. Vira uma estufinha.

  6. Marisa,
    Primeiro muito obrigado (pra LP também), a receita é muito boa!
    Não li todos os comnetários, então desculpe se for repetido:
    -congelei depois de frito, sem recheio ou cobertura, separados p/ não grudar. Descongelei no forno, e ficou muito bom! bem melhor que se passar 1 dia frito!
    -Assei alguns, também ficou muito bom! parece um pãozinho, mas muito bom!

  7. ola, eu queria muito fazer essa receita, mas eu estou receosa, porque ultimamente os meus donuts tem ficado um horror e ninguem come. Então como ja vi alguns comentarios acerca do fermento eu queria saber se os que uso são de boa qualidade. Eu uso um que é Tewells e o outro é Dr. Oetker. Eu queria muito que os meus donuts ficassem como os das fotos. Obrigada

  8. Amei essa receita estou louca para prepará-la,mas achei incrível a narrativa que leva em direção a receita!!!Amoooooooooooo donuts!!

  9. Não empilhe, eles vão para a bandeja para crescer e precisam de espaço. Empilhados, não vão crescer direito e ainda por cima, vão grudar uns nos outros.

  10. Marisa, já faz tempo que venho buscando uma receita que seja prática.

    Acho que dessa vez foi sem dúvida a melhor. Valeu a pesquisa

    Depois de tantos comentários como esse sem dúvida vou preparar.

    Amanhã mesmo após o trabalho vou passar comprar os ingredientes.

    Obrigado

  11. OOOiii… bem, eu tenho 16 anos e obriguei a minha mae a fazer a receita comigo, mas eu tirei o melhorador de farinha e a essencia. ficou bom do mesmo jeito, só nao tentei fazer a cobertura. Eu queria saber como eu faço pro açucar grudar no donut depois de frito, por que eu fiz e o açucar nao grudou. Como faço?

  12. Para o açúcar grudar melhor é preciso passar os donuts nele quando ainda estão quentes, Andrea. Coloque açúcar em um prato e passe o donuts dos dois lados.

  13. adorei a reeita já fiz varia vezes e com os dois tipos de fermento.
    realmente com o biologico fica muuuito melhor
    o unico probleminha que encontrei é que nunca consigo que eles fiuem fofinhos dos dois lados, ele fica reto de um (primeiro lado frito) e fofinho do outro
    vc pod me dar alguma dica??

  14. Leticia, eu costumo fritar primeiro o lado que estava para cima. O lado que estava para baixo costuma ficar com uma casca meio grossa por conta do próprio peso da massa. Será que não é isso?

  15. Marisa, acho que vou tentar fazer esses deliciosos donuts! sempre quis saber a receita! estou muitooo satisfeita em encontrala!! me deseje sorte! ah! voce pode me dar uma dica do que acrecenter pra ficar mais saboroso????

  16. fiz essa receita para um trabalho de tecnologia de cereais e ficou superb! ganhei 10, mt obrigada pelas instruções super fáceis de entender… já tinha tentado outras receitas na net mas nenhuma foi tão boa! (= e no dia estava frio, então coloquei no forno (desligado) e coloquei fários panos d prato em cima pra ajudar a esquentar já q a levedura precisa de temperaturas maiores (=

  17. olá adorei a receita… 🙂 fiquei com uma duvida qual a quantidade de oleo devo usar para a fritura… eu costumava usar bastante oleo para que os donuts não tocassem no fundo da frigideira ,mas reparei que ai na sua foto tem bem pouco oleo.
    pode dizer me se o truque para eles ficarem bem fofinhos é esse mesmo usar pouco oleo! bjim obrigada.

  18. Não, Alda, é frito em bastante óleo e não é uma frigideira, é uma panela com o fundo mais estreito e a boca larga. Como é de um material bem escuro, dá a impressão de que há pouco óleo.

  19. Olá Marisa!
    Cheguei até aqui através do meu pequeno que quer porque quer fazer donuts. Acontece que ele é diabético, farei então, as devidas substituições dos ingredientes nesse final de semana e te direi se deu certo.
    Torça por mim.

  20. Sovou bem a massa? Massas de pão tendem a ser pegajosas no início e ficarem mais firme conforme é trabalhada. Outra dica é não usar todo o líquido e adicionar o restante se for necessário. Eventualmente a qualidade da farinha, a umidade do ar, etc, pode afetar na quantidade de líquido necessária.

  21. Elvira, o melhorador pode ser encontrado em supermercados em sacês, com o nome de “Pão Certo”. Se não encontrar, o jeito é fazer sem. Mas que a massa fica melhor com ele, fica.

  22. Andre
    Ola estou no japao e sua receita E’ realmente facil e pratica… a criancada aqui lambe os beicos.rsrsrsrsr,,
    Obrigado pelo Post. continue nos brindando com receitas praticas e deliciosas….Valeu. abracos de Tokyo….

  23. Oi Marisa!
    Bom,fiquei decepcionada porque essa receita ñ deu certo pra mim,mais sei que alguma coisa eu errei:
    Fiz a metade pra experimentar e amasei com as maos porque ñ tenho máquina;Bom,resultsdo a massa ficou oleosa demais e na hora de abrir-la muito azeitoza.
    Depois de fritar-los ficaram oleosissimos e sem graça!!
    Queria aquela consistencia fofinha propria dos donuts aff!! que dó!!
    Ñ se pareceu a donuts nem de longe.
    E meus filhos ficaram muito tristes comigo porque esperaavam os donuts vrdadeiros,aquele que quando vc morde é super macio e super leve.
    Sei k o erro foi meu mais ñ sei onde errei! ajuda plis!!!!

  24. Oi marisa,entao eu coloquei 2 colheres e meia porque so fiz a metade da receita,e fui colocando na os ingredientes por ordem;Achei estranho porque na maioria das vezes eu faço massas e disolvo o fermento com o açucar e o sal,mais como a receita falava pra colocar na ordem que seguia eu fiz,mais deu errado!
    Tentarei fazer do meu jeito e com a receita inteira pra ver no que dá,pq sou muito insistente rsrsrs!!
    Sei que o erro foi meu mais ñ sei onde eu errei.
    Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *