Tofu Grelhado Com Carne Moída

tofu-grelhado-com-carne-moida

Nice falou-me de um prato chinês onde o tofu era coberto com carne moída e tostado na frigideira. Como não sei bem como ele e feito, fiz minha versão, brincando com outro prato chinês feito com tofu e carne moída: o Mabo Tofu.

200 gramas de carne moída (bovina ou suína)

2 colheres de sopa de cebolinha picada

1 colher de chá de suco de gengibre

2 colheres de sake

Sal e pimenta do reino à gosto

1 gema (ou 1/2 ovo)

Amido de milho

1 xícara de caldo de galinha (use o mais suave que puder, sem muitos condimentos ou ervas)

1 colher de sopa de tobanjan (pasta de pimenta chinesa; na falta, use pimenta vermelha misturada a pasta de soja – miso)

1 colher de chá de molho hoisin (se não encontrar, não se preocupe; não use ou use um pouco de shoyu, a receita continuará boa)

Tofu firme, cortado em pedaços com cerca de 2 cm de espessura e pouco maiores que uma peça de dominó.

Misture a carne moída com o sal, pimenta, suco de gengibre, sake e cebolinha. Adicione a gema ou o meio ovo (o problema é o que fazer com a outra metade do ovo).

Coloque os pedaços de tofu sobre a tábua de carne. Polvilhe com amido de milho (fica mais fácil e homogêneo e usar uma peneira pequena). Espalhe a pasta de carne sobre ele.

Aqueça um pouco de óleo. Coloque os bocados de tofu na frigideira, com a carne para baixo. Deixe dourar. Vire com cuidado. Deixe dourar o lado do tofu também.

Misture a pasta de pimenta chinesa e o molho hoisin. Junte 1 colher de sopa (rasa) de amido de milho. Adicione o caldo de galinha. Despeja na frigideira pelas laterais (não derrame sobre o tofu). Cozinhe até engrossar. Se gostar, adicione gotas de óleo de gergelim.

PS: A pasta de pimenta chinesa pode variar de ardor, de fabricante para fabricante. Ajuste conforme seu gosto.

Share This Post

Goya com Tofu e Ovos

Goya com Tofu e Ovos

Um prato sem carne, mas satisfatório. Claro, para quem gosta de goya ou nigauri, que é muito amargo (mais amargo que jiló) mas que dizem que faz bem para a saúde. Seria uma versão do Goya Champuru, prato de Okinawa, mas sem carne.

1/2 tofu firme (no caso, usei um feito em casa)

1 goya grande ou 2 pequenos

3 ovos

1 colher de shoyu

Sal, pimenta do reino

Dashi, caldo de frango ou mesmo água

É importante que o tofu seja do tipo firme. Se for do tipo mais macio, não se desespere. Coloque-o em um prato e cubra-o com outro. Deixe por uma hora ou mais, para que ele perca o excesso de água. Corte em pedaços de 2 a 3 cm.

Aqueça um pouco de óleo em uma frigideira anti-aderente e junte os pedaços de tofu. Eles vão soltar água e, depois de algum tempo, dourar. Vire cada pedaço para que dourem por igual.

Enquanto isso, parta o goya ao meio, tire as sementes com uma colher e raspe a membrana branca do interior. Corte em fatias de 1 cm. Acrescente à frigideira, junto com umas colheres de caldo. Tampe e sacuda de tempos em tempos. Se necessário, acrescente mais caldo para que cozinhem (mas não demais!).

Tempere com shoyu, sal, pimenta do reino. Quebre 3 ovos, misture-os ligeiramente e despeje na frigideira. Mexa, abaixe o fogo e tampe. Não mexa muito, porque os ovos vão coagular e o interessante é ficar bocados maiores de ovos cozidos.

Sirva com arroz.

Share This Post

Bolinhos de Tofu

Bolinho de Tofu

Não é uma receita excepcional. Não é uma receita divina-maravilhosa. É apenas algo que faço quando o tofu ameaça sobrar. Não sei de onde veio, não sei a origem e nem desde quando fazemos em casa. Serve de acompanhamento ou petisco. Quente, é crocante por fora e macio por dentro. Depois que esfria, murcha.

Bolinhos de Tofu

1 tofu

1 ovo

1 ou 2 colheres de farinha

Sal, pimenta do reino

Salsa, cebolinha.

Coloque o tofu sobre um prato e coloque outro por cima. Deixe que perca água por algumas horas. Quanto menos água contiver, menos farinha será necessária.

Amasse, junte o ovo, sal e farinha até formar uma massa macia, porém, não mole. Tempere com sal, pimenta do reino, adicione salsa, cebolinha, carne moída ou camarão, legumes picados. As possibilidades são muitas. Mas não exagere na quantidade, porque corre o risco da massa perder a “liga”. Também já fiz com uma pitada de curry ou uma colher de shoyu na massa.

Frite às colheradas em óleo quente até dourar.

Sirva a seguir.

Share This Post

O Tofu

Bem, todo mundo sabe que se consome muito soja na Ásia. Discussões a respeito dos valores nutricionais à parte, o fato é que é consumido e muito, no Japão, sob diversas formas. Tofu, que é o leite de soja coagulado, prensado e assado (yakidofu) e frito (agedofu). O resíduo não é disperdiçado, vai na massa de biscoitos, pães ou num refogadinho úmido, com caldo e legumes. O leite de soja (tonnyu) também é consumido por muitos, assim como o soja cozido. Soja torrada vira uma farinha gostosa (kinako) que é polvilhada sobre doces. O soja verde, cozido com um pouco de sal, é um aperitivo típico do verão (edamame).

Mas hoje eu quero falar só do tofu, chamado de queijo de soja, resultado da coagulação do leite de soja aquecido com uma solução de cloreto de magnésio ou sulfato de magnésio (sal amargo). Eu, particularmente, prefiro o primeiro. Ainda quente é escorrido, moldado e depois de pronto se mantém durante alguns dias, dentro de um pote com água. O tofu artesanal não dura muito, infelizmente, e tem que ser manipulado com cuidado e higiene, porque muitas vezes é consumido cru.

Uma das minhas maneiras preferidas de consumi-lo é com um molho de shoyu e gengibre. Apenas, geladinho, cortado em cubos. Outra é coloca-lo em uma sopa à base de pasta de soja (miso). Dentro de um cozido, como o sukiyaki então! Reconheço, o tofu não tem muito sabor e por isso mesmo se dá bem com temperos fortes. Mas, para mim, é macio, reconfortante e lembra a infância.

Outra maneira que gosto de fazer é o Mabo Tofu. Na verdade, não é um prato japonês, é chinês. Mas muito popular no Japão. Existem centenas de receitas. Recentemente, aprendi mais uma.

Mabo Tofu.

150 a 200 gramas de carne de porco moída ou picada.

1 colher de chá de pasta de pimenta tobanja (ou mais, se preferir)

2 dentes de alho

1 colher de chá de gengibre ralado2 colheres de chá de pasta de soja (miso)

3 colheres de sake

1 colher de shoyu1 colher de chá de açúcar (ou mais, se preferir mais doce)

1 tofu

1 1/2 xícaras de caldo de galinha ou frango, bem neutro

1 colher de amido de milho

1 coher de chá de óleo de gergelim

1 colher de óleo de pimenta rayu (opcional)

Sal e pimenta do reino a gosto

Cebolinha verde à gosto

Refogue a carne de porco com um pouco de óleo até torrar. Deve ficar completamente seca, bem tostada, crocante, lindamente marrom-avermelhada.

Junte a pasta de pimenta tobanja, misturando sempre, até levantar cheiro.

Junte o alho e o gengibre. Refogue. Junte o miso e deixe levantar cheiro.

Acrescente o sake, o shoyu, o açúcar e o caldo de galinha. Deixe ferver por alguns minutos.

Enquanto isso, corte o tofu em quadrados de mais ou menos 2 centímetros e coloque-o em uma panela com água fervente com sal. Abaixe bem o fogo e deixe cozinhar por 3 minutos. Isso deixará o tofu mais firme.

Engrosse o ensopado com amido dissolvido em um pouco de água. Junte o tofu escorrido e misture, com cuidado para não desmanchar os cubinhos.

Tempere com óleo de gergelim, rayu, sal e pimenta.

Antes de tirar do fogo, polvilhe cebolinha verde picada.Sirva com arroz branco.

Share This Post