Sopa de Abóbora do Desespero

Uma sopinha à noite é reconfortante. O problema é que algumas dão um trabalhão para fazer. Para esta, usei de uns atalhos.

Naquela época tenebrosa, na qual eu trabalhava 14 horas por dia ou mais, aprendi a adiantar algumas coisas. Costumava preparar um refogado à base de cebola, cenoura e aipo (salsão) e deixava na geladeira. Esse refogadinho serve para dar um sabor extra à um molho, dar um toque ao velho kare e, claro, sopas. Não uso medidas, mas é algo como 2 cebolas grandes, picadas, 1 cenoura média também picada e uns 2 ou 3 talos de salsão. Refogo tudo com um pouco de óleo e umas pitadas de sal, em fogo baixo, até quase virar uma pasta e diminuir bem de volume. Só tome cuidado para não queimar.

Bem, com umas 2 ou 3 colheres dessa pasta na panela, juntei água e 1/2 abóbora japonesa (kabocha). Cozinhei até que amaciasse. Não tiro a casca dessa abóbora, porque gosto. Se preferir, descasque ou use outro tipo de abóbora.

Feito isso, é só passar no liquidificador, juntar um caldinho de galinha industrializado e um pouco de leite. Sim, eu uso caldos industrializados, sim. Não em tudo e nem todos os dias. Mas, eventualmente, em um momento de pressa ou falta de planejamento, uso e não me sinto culpada. Aliás, gostei dos caldinhos em potinho. Só achei muito salgado.

Outra coisa que ajuda a esse sopa ficar pronta em menos tempo é cozinhar a abóbora com antecedência – digamos, no final de semana – e transforma-la em purê. Coloque em um saco plástico, formando um “manta” fina. Congele. Na hora de usar, como estará em um tablete de pouca espessura, dá para quebrar a quantidade necessária e usar diretamente no caldo quente.

Ah, se quiser, adicione um pouco de queijo na hora de servir.

Share This Post

6 comentários em “Sopa de Abóbora do Desespero”

  1. Já fiz coisas assim! Muitas vezes! Mas o que meu marido mais gosta é juntar verduras em uma panela de pressão e água. Assim que a pressão pegar, conta 5 minutos e está pronto. Passa no mixer ou liquidificador, joga 2 caldos de galinha, pimenta e cebolinha. Um pãozinho para acompanhar. Jantarzinho pronto em 20 minutos!

  2. Estou encantada com o seu blog! É realmente maravilhoso, eu tenho muita dificuldade na cozinha principalmente em fazer pães (já não me atrevo mais nem pensar em fazê-los), e aqui parece tudo tão simples…
    Parabéns!
    lucimara.

  3. Mas é simples, sim, Lucimara. Aqui no blog evito publicar receitas que precisem de equipamentos ou ingredientes muito exóticos. E se não ficar ótimo, não se preocupe, é só uma refeição, não é um concurso…

  4. Marisa, essa sopa é a primeira a ser feita aqui em casa quando a temperatura cai… e eu costumo colocar raspas daquele tablete para karê em vez do queijo ralado, fica muito bom!
    Beijinhos, Yumi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *